Google drive cheio Como resolver.







Redação SEO: um guia rápido para otimizar seu artigo





 Redação SEO: um guia rápido para otimizar seu artigo

A cada dia fica mais difícil terceirizar a criação de conteúdo para um projeto de SEO.

Isso significa que você precisa de especialistas em seus campos para escrever.

Foto: Freepik




E não só isso, tem que ser alguém da empresa. Quem vive do seu próprio negócio.


Claro, essas pessoas geralmente não são escritores de texto na web. Eles não funcionam com SEO.


Com isso em mente, criamos um guia simples para ajudar. Tem temas de escrita de SEO muito simples e básicos.


Como nosso objetivo é ajudar o mercado e divulgar o posicionamento no Google, compartilharemos este guia com você a seguir.


O que será abordado neste guia


Redação de SEO: 10 etapas para classificar seu texto

É importante notar que a anatomia do texto da web inclui outras variáveis ​​- geralmente mais técnicas - que não exploraremos aqui.


Estamos falando de itens como URL, meta título, meta descrição e outros.


Se você precisar se aprofundar nesses (e em outros) pontos, sugiro dar uma olhada no conteúdo do SEO Analytics.


Se o seu objetivo é se concentrar apenas na escrita em si, você pode usar este guia com segurança.


Cobriremos os seguintes tópicos:


Notas de texto unificadas para a web

  • H1 (tag de título 1)
  • H2, H3, H4 (outras tags de cabeçalho)
  • Texto
  • Menu
  • Fotos
  • Vídeo
  • links internos
  • links externos
  • Adicionar itens ao Google Docs (Google Drive)


Vamos lá!


1. Elementos de texto da Internet

Resumindo, os elementos importantes de um script da web são:


H1: O cabeçalho do conteúdo da página. Isso faz parte do texto.

H2, H2, H3, etc: Subtítulos (ou títulos internos) do conteúdo. Eles fazem parte do texto.

Texto: este é o mesmo conteúdo. Inclui listagens, fotos, vídeos e links internos e externos.

2. H1

H1 (tag de título 1) é o título do conteúdo.


Ele resume do que trata esta página.



Em teoria, H1 pode ser igual ou semelhante ao título da página.


Mas você pode alterar alguns itens.


mas nunca:


remover palavras-chave de H1;

Coloque mais do que H1 no conteúdo;

Mude o assunto ou foque no título

3.H2, H3, H4, etc.

Estas são outras tags principais. Eles também podem ser chamados de legendas ou legendas.


Eles trabalham em um sistema hierárquico:


H1

H2

H3

H4

Ou seja, preste atenção aos níveis.


Ao contrário de H1, você pode duplicar H2, H3, etc. minha escolha.


O enorme valor das tags de título é fornecer marcos de leitura no texto.


O usuário os usará para ler o texto mais rápido e obter respostas para o que deseja ler.


Lembra daquele bloco enorme de texto que deixa você com preguiça de ler? As legendas evitam isso.


Melhores práticas para H2, H3, H4, etc .:

Lembre-se da hierarquia. um embaixo do outro.

Repita conforme desejado. Mas seja relevante.

Use a palavra-chave de vez em quando (sem energia).

Use sinônimos.

Tags de cabeçalho são links. Ajuda do usuário.

4. Texto

O núcleo do texto da web é o contexto digital.


Em outras palavras, o usuário está em seu site apenas porque precisa de uma resposta. Portanto, você não precisa ser muito falador, técnico ou muito vago.


Deve focar no usuário. Responda o que ele quiser.


Para fazer isso, mantenha a estrutura básica do texto:


Introdução: simples e curta. Explique o que o texto diz. Ele mostrou ao usuário o que aprendeu ao ler seu texto.

Texto simples: seja objetivo. Forneça o que o usuário deseja.

Dica: Muitos usuários irão ler isto primeiro. Tire uma conclusão clara para solicitar ao usuário a leitura de todo o texto.

Call-to-action: para onde o usuário está indo agora? Você leu outro texto? Baixar o guia? Fale com um conselheiro? Avalie a próxima etapa que faz sentido para o usuário após lê-la (não a que você deseja).

Práticas recomendadas de texto

parágrafos curtos. Evite mais de 4 linhas. Quando o pensamento terminar, coloque um parágrafo.

Mesclar endereços. Ajude o usuário a "escanear" seu texto.

Responda ao usuário. Não mexa, não fale vagamente ou verbalmente.

Boa introdução e boa conclusão.

Um apelo à ação. Colocamos o próximo passo.

5. Menus

Todo mundo adora menu.

Eles combinam bem a lógica e facilitam a digitalização de textos.


Ao dar exemplos, sugestões e coisas do gênero, não coloque tudo na mesma linha. Use as listas.


É correto usar:


Lista ordenada: a lista será organizada em ordem (primeiro, segundo, etc.)? Usa isto.

Lista não ordenada: Listar itens sem uma ordem específica? Usa isto.

Lista as melhores práticas

Evite listas intermináveis.

Escolha a lista correta: não ordenada ou ordenada.

Os itens da lista devem ser curtos.

6. Imagens

Pesquisas já mostram que as imagens aumentam o engajamento com o conteúdo.


Mas as fotos devem ser relevantes. Não é decorativo.


Nós estamos falando sobre:


gráficos;

Ilustrações

Infográficos.

Se a imagem não agrega nada ao conteúdo, apenas a página será ponderada.


E se você está citando algo que pode conter uma imagem e não (como dados de pesquisa), você está perdendo a oportunidade de melhorar seu conteúdo.


Até mesmo o uso indevido de imagens relacionadas.


Melhores práticas para processamento de imagem

Evite fotos decorativas. Concentre-se em imagens relevantes.

Mencionei um exemplo de empresa, pessoa, site ou objeto? Envie sua foto.

Você citou uma pesquisa, pesquisa ou algo parecido? Coloque o diagrama.

Se a foto não for sua, não se esqueça de incluir o local onde a tirou (título da página).

Se for uma ilustração, peça ao designer para pesquisar no banco de imagens.

Peça também a ele para formatar a imagem. O tamanho correto e não excede 500 KB.

A imagem é de terceiros? Gráfico, pesquisa etc.? Não é um problema. Você só precisa indicar a fonte (se o dono da imagem não impedir o seu uso).

7. Vídeo

Os vídeos são poderosos (ou até mais) do que as imagens para aumentar o engajamento.



E se você não tem um vídeo, existe o Youtube cheio de vídeos grátis que você pode usar.


Basta seguir a mesma lógica das fotos. Use vídeos que complementem seu conteúdo.


Não se preocupe em usar vídeos de terceiros.


Basta fazer sua pesquisa e ter certeza de que eles não são seus concorrentes e que o conteúdo é bom.


Melhores práticas para vídeos

O vídeo pode dar uma imagem mais clara do que você está falando? Confira no YouTube.

Coloque o título do vídeo em seu conteúdo. Em seguida, verifique com o responsável pela postagem como garantir que esse texto seja incluído no texto para que o usuário não saia da página.

Faça vídeos adicionais. Não poste se não fizer sentido para seu público e usuário.

8. Links internos

Você já deve ter usado a Wikipedia.


Quando você lê um artigo e menciona um tópico não abordado no artigo, o que o texto faz?


Link para outro artigo.


Esses links são importantes por dois motivos:


ajude seu usuário a aprofundar seu conteúdo;

Ajude o Google a criar um link para o seu conteúdo.

Então, quando o texto citar algo que não seja profundo, e você tiver outro texto que descreva em detalhes, coloque um link.


Não se esqueça de colocar seu link ao lado do texto. Exemplo:


".... PageRank ™ é o algoritmo usado pelo mecanismo de pesquisa Google para classificar sites nos resultados de pesquisa ..."


Não se preocupe com o texto âncora (o texto a ser colocado no link). Tente usar o bom senso.


Práticas recomendadas de vinculação interna

Concentre-se no usuário. O link ajudará? Então use.

Não abuse. Muitos links prejudicarão a legibilidade.

Priorize a redação estratégica. conecte-os.

Não force o texto âncora para corresponder a uma palavra-chave no texto vinculado. Concentre-se no usuário.

Não repita o mesmo link para o mesmo conteúdo.

9. Links externos

Um link externo funciona da mesma maneira que um link interno.


A diferença é que você não criará um link para outro conteúdo.


Você criará um link para conteúdo de outra página.


E por que você faria isso se a outra página fosse de um concorrente?


Por várias razões:


Você não tem um conteúdo profundo sobre nenhum tópico;

Conteúdo adicional (de um link externo) que ajudará o usuário;

Você nunca terá esse conteúdo porque esse não é o seu objetivo.

Se você não deseja vincular a um concorrente, apenas avalie se o conteúdo é complementar, ou seja, se é sobre um produto ou um assunto no qual você não está interessado.


Práticas recomendadas de links internos

Verifique se o conteúdo é bom;

verifique se a localização é boa;

Ao criar um link para um site externo, você o está recomendando. Portanto, tome cuidado para não recomendar um site a uma empresa ou pessoa que não corresponda à sua reputação.

10. Como adicionar itens ao Google Docs (Google Drive)

Recomendamos o uso do Google Docs para escrever seu próprio texto.


Benefícios do Google Docs

É grátis. Só você tem uma conta do Google.

O texto permanece na nuvem. Ele pode ser acessado de qualquer lugar com backups garantidos.

Você pode compartilhar suas edições.

É possível comentar as modificações.

Edite o seu documento

No Google Docs, é melhor deixar o texto no formato para facilitar a postagem em seu site posteriormente.


Itens para formatar:


H1, H2, H2, H3, H4

texto

Menu

Fotos

citações

Links internos e links externos

H1, H2, H3, H4 no Google Docs

Insira o texto primeiro da maneira usual e selecione-o com o mouse.


Alterar tag de título - Google Docs

Agora, na barra superior onde está escrito "Texto simples", clique na seta para baixo. Você verá as opções:


Endereço 1 (H1)

Endereço 2 (H2)

Endereço 3 (H3)

Opções de tag de título - Google Docs

Selecione a opção desejada e o texto já estará formatado:


Editor de títulos - Google Docs

Texto no Google Docs

Certifique-se de que o texto simples esteja marcado como "Texto simples" na barra de ferramentas.


Texto simples - Google Docs

Listas no Google Docs

Você pode formatar listas de duas maneiras:


manualmente:


quebrar um parágrafo

Digite um hífen (-)

tipo de espaço

comece a escrever

Segure Enter para continuar formatando a lista.

Se você quiser fechar a lista, quebre o parágrafo duas vezes (digite dois)

Se você quiser uma lista ordenada em vez de um hífen, use números.

Pela barra de ferramentas:


Coloque os itens da lista um abaixo do outro no texto e selecione todos:

Menu Editar - Google Docs

Vá para a barra de ferramentas e selecione uma lista ordenada ou não ordenada:

Opções de menu - Google Docs

A lista necessária inclui:

Lista modificada - Google Docs

Imagens no Google Docs

Para inserir imagens, basta ir para a guia Inserir> Imagem> Fazer upload do computador:


Insira uma imagem - Google Docs

Links internos e externos no Google Docs

Quando ativado, não há diferença entre a vinculação externa e interna.


Você pode adicionar links de duas maneiras:


Com o botão direito: destaque o texto desejado, clique com o botão direito e selecione "Link":

Inserir link - Google Docs

Ou usando a barra de ferramentas:

Insira um link para a barra de ferramentas - Google Docs

Você pode, é claro, usar a combinação de teclas "CTRL + K".


Foi escrito! E agora?

Como você deve ter notado, cobrimos apenas a produção de texto. Nesse caso, vá para o Google Docs.

Ainda precisamos publicar o texto e cuidar de outras variáveis ​​como título, descrição, meta tag url, etc.


No cenário que aqui descrevemos, o autor do texto não se responsabiliza pela sua publicação. apenas para escrever.


Então, sim, agora será necessário um analista de SEO ou alguém com conhecimento técnico para exibir seu conteúdo diretamente para ser encontrado no Google.


Se essa pessoa não estiver por perto, você precisa aprender mais sobre SEO e saber como fazê-lo.


Oferecemos alguns materiais:


SEO: primeiros passos

8 maneiras de melhorar seu site e vender mais

O segredo da redação de SEO

O foco deste tutorial tem sido o uso prático. Ofereça conselhos mais práticos.


Isso, é claro, pressupõe que os fundamentos da comunicação já se tornaram parte de sua vida cotidiana.


Pois, acredite ou não, o que vai prejudicar a capacidade do seu texto não são problemas técnicos, mas a forma correta de redação.


Nós estamos falando sobre:


Entenda seu público

Proposta de valor clara.

Análise da competição.

É isso? Não. Mas você ficaria surpreso como as empresas ignoram tópicos tão simples.


Vamos falar um pouco sobre cada um deles.


Entenda seu público

Você está escrevendo o texto. Responder. Oferecemos soluções e ideias.


mas:


De quem?

porque?

Que tipo de dor essa pessoa está sentindo?

O que é google?

Que resposta você espera encontrar?

Se você não sabe de nada disso, toda a sua cópia de SEO está presa na sua cabeça.


Qual é a sua opinião, não o que o seu público deseja.


Faça este exercício simples. Peça seu orçamento à equipe de serviço. Tente entender a dor e a motivação de seus clientes.


Com isso dito, é fácil saber o que você está escrevendo.


Exibição de valor claro

Vou te perguntar: por que alguém compraria de você e não de um concorrente?


Se você responder:


“Sou mais barato”;

“Sou mais rápido”;

“Tenho mais tempo no mercado”;

e assim por diante.

Eu diria que seu concorrente pode dizer a mesma coisa. Talvez de forma diferente. Mas a "proposição de valor" em si será praticamente a mesma.


Agregar valor é o que faz sua empresa existir. Se não houver nada de especial em seus serviços, seu cliente estará lidando com um concorrente.


Além disso, a proposta de valor é o seu DNA. sua diferença. Sua característica única.


Preço, tempo e experiência podem ser duplicados e perdidos com o tempo.


Mas sua proposição de valor não é.


Portanto, use isso para diferenciar seu conteúdo. Componha seu texto.


Eu não sei qual é a sua diferença? Pergunte ao comprador.


Pergunte: "Por que você trata comigo?"


Análise de competição

Por "competição", queremos dizer outros textos que competem com você por posições no Google.


Se você está escrevendo para a web, provavelmente já definiu suas próprias palavras-chave.


Mas aí você começa a escrever, sem saber se sua resposta será a melhor.


mais importante:


Que resposta o Google estimaria.

Isso é muito importante para a classificação.


Como você sabe? Google sua palavra-chave. É simples, não é?


É disso que falamos em análise competitiva.


Antes de começar a escrever SEO, veja quem está realmente se classificando para sua palavra-chave.


E pergunte a si mesmo:


Posso melhorar o texto?

Como meu artigo poderia ser diferente?

Como posso ajustar minha proposta de valor no texto?

Ao fazer isso, suas chances de classificação são maiores.


Próxima etapa: Otimizando o conteúdo

Agora que seu script está bom e publicado, você precisa melhorá-lo.


Afinal, você não estava planejando colocar um texto no site e deixá-lo lá na esperança remota de que chegasse à primeira página, não é?


Se você não tiver sorte, isso só acontecerá se você tiver uma rotina de medir e aprimorar constantemente seu conteúdo.









Postar um comentário











© Ver e Fazer. All rights reserved. Developed by Jago Desain