Google drive cheio Como resolver.







Como se profissionalizar trabalhando com artesanato





 Como se tornar um artesão profissional



Como se profissionalizar trabalhando com artesanato

Aumente sua autoridade e melhore seus processos de negócios!



Muitos artesãos têm dificuldade em combinar o lado criativo com o administrativo que qualquer empresa exige. Afinal, não é fácil ter ideias, produzir notas e estratégias de marketing e trabalhar com elas.


Portanto, apesar de ser um setor que movimenta mais de R $ 50 bilhões anuais, segundo o IBGE, muitos artesãos ainda lutam para se profissionalizar na área e ganhar reconhecimento como tal.



Para ajudar você, artesão, a dar aquele importante passo para profissionalizar sua produção e se destacar no mercado, preparamos um guia passo a passo com dicas para transformar sua oficina de costura em sua sede corporativa. Confira:


Faça um plano de ação


Se você está apenas começando como empreendedor, esta é uma das coisas mais importantes que podem determinar o sucesso ou o fracasso de sua empresa.


Um plano de negócios é uma coleção de informações e ideias para ajudá-lo a determinar se sua ideia é viável para os negócios. Após a prova de conceito para sua empresa, sim, você pode começar a colocar a teoria em prática!



Trate-se como um profissional


Se você quer que o mercado o considere um profissional, você precisa agir como um profissional! Não adianta pensar que, como sua empresa é pequena, você não precisa ser um profissional.


Desde o início, é necessário deixar claro que você está trabalhando muito, com propósito e propósito, é assim que você vai conquistar o respeito dos clientes e concorrentes!


ser organizado


Quem quer se tornar um profissional em qualquer área de atuação precisa se acalmar. Descubra em qual sistema seu tipo de negócio pode se enquadrar (como MEI e Simples Nacional) e encontre as informações necessárias para cadastrar sua empresa.


Enquanto trabalha oficialmente, terá que cumprir algumas responsabilidades, mas também terá acesso a diversos direitos e incentivos fiscais e poderá emitir contratos e faturas, o que também cria uma imagem mais profissional para clientes e fornecedores.


Crie o visual certo


A identidade visual diz muito sobre o nível de profissionalismo da empresa! Você pode não pensar assim, mas o consumidor percebe quando um logotipo, cartão de visita ou apresentação de slides foi criado por um profissional e quando não é.


Pior de tudo, a falta de uma identidade visual clara pode transmitir uma imagem de descuido, negligência ou a impressão de que se uma empresa não liga para o que você mostra ao mundo, então imagine os bastidores!


Planeje suas estratégias de marketing


Seu negócio pode ser ótimo, acessível e muito gratificante para o consumidor, mas se ele não souber que você existe, nada disso funcionará!


Você precisa definir seus objetivos, pensar em estratégias para alcançá-los e escolher as ferramentas certas para ajudá-lo a alcançá-los.


Por exemplo, se você deseja aumentar o número de seguidores no Instagram, pode buscar parcerias com outras empresas e perfis que tenham o mesmo público que o seu. Se você deseja veicular uma grande campanha publicitária na Black Friday, pode investir em anúncios de mídia social e links patrocinados e começar a enviar e-mails para que sua base de e-mail já esteja construída.



Crie um sistema de serviço eficaz


Suas campanhas de marketing funcionam e direcionam muitos compradores para seu site, mídia social, e-mail e telefone. O único problema é que você não criou um processo de serviço para essas pessoas!


Resposta atrasada, dados imprecisos ou resposta pobre matarão qualquer estratégia!


Não se esqueça da logística


Não adianta ficar com tudo na ponta do lápis na dúvida só na entrega da mercadoria, não é?


Avalie suas opções de entrega, pondere os prós e os contras de trabalhar com cada um (incluindo os custos e riscos que eles apresentam) e, se possível, negocie melhores condições.


Lembre-se também de que a embalagem faz parte do processo logístico e uma embalagem inadequada pode comprometer a integridade dos produtos que você está transportando.


Você tem uma boa plataforma de negociação


Vender online é uma ótima ideia para quem gosta de artesanato. Com uma loja online, você pode atender pessoas de todo o mundo, a qualquer momento e sem o custo de manter uma loja física aberta ou manter um funcionário no balcão.


Uma loja virtual permite que os compradores tenham uma compreensão clara de seus produtos e uma melhor compreensão de como você trabalha, qual é sua história e, claro, o valor de seus produtos. Tudo isso automatiza o processo de venda. Afinal, se a informação já estiver lá, você gastará menos tempo fornecendo a mesma informação individualmente para cada cliente.


Se pretende investir numa loja virtual, a melhor opção é a Loja Virtual, um serviço de web hosting (host) que lhe permite fazer crescer o seu negócio de e-commerce, mesmo que nunca o tenha feito antes! Existem inúmeros modelos pré-fabricados e editáveis, e definitivamente um deles é perfeito para sua loja!









Postar um comentário











© Ver e Fazer. All rights reserved. Developed by Jago Desain