Marketing jurídico: Descubra qual a sua importância e principais desafios? - Ver e Fazer

Site de ideias criativas



Marketing jurídico: Descubra qual a sua importância e principais desafios?


Confira esse Marketing jurídico: Descubra qual a sua importância e principais desafios? para fazer em casa

 Marketing Jurídico: Qual a sua importância e problemas mais importantes?



Hoje em dia, para encontrar uma empresa confiável, muitas vezes as pessoas começam a buscar informações na Internet antes de comprar um produto ou fechar um contrato de prestação de serviço. Sem surpresa, pode-se dizer que os hábitos de consumo e o relacionamento entre clientes e profissionais mudaram drasticamente. E mesmo em campos mais tradicionais como o direito, um bom planejamento de marketing jurídico é crucial para ajudar até mesmo novos clientes a encontrar você.



Marketing jurídico: Descubra qual a sua importância e principais desafios.

Por muito tempo, esta foi uma zona livre de mercado. A principal justificativa para isso foi o Código de Ética Profissional. No entanto, as estratégias relacionadas principalmente ao marketing digital e de conteúdo mudaram a forma como os advogados pensam sobre o assunto.


Hoje, a relação advogado-cliente começa muito antes da primeira reunião; O início ocorre quando alguém identifica um problema jurídico e busca informações de qualidade na Internet.


No entanto, quando se trata de comercializar um escritório de advocacia, é muito fácil cometer um erro. Afinal, elevar a imagem da sua empresa na Internet envolve muitas atividades que visam atrair novos negócios, construir relacionamentos e desenvolver a identidade de sua marca.


Além disso, fazemos o nosso melhor para cumprir o Código de Conduta do Oman Arab Bank. Nesse contexto, você precisa pensar estrategicamente sobre SEO, marketing de conteúdo e marketing de entrada.


Mas uma coisa é certa: à medida que você expande sua presença digital e se diferencia no saturado mercado de serviços jurídicos, pode se diferenciar e fortalecer sua empresa em relação à concorrência.


Por que o marketing jurídico é tão importante?


 


Por que o marketing jurídico é tão importante?

A advocacia é uma das profissões de maior prestígio, existindo sempre uma grande procura para a prestação deste tipo de serviço. Portanto, não é surpresa que algumas pessoas questionem a importância do marketing jurídico.


No entanto, os escritórios de advocacia estão enfrentando cada vez mais o desafio de aumentar o conhecimento da marca na Internet.


Além do crescente número de pessoas que utilizam o Google e as mídias sociais para solucionar seus problemas jurídicos, diversos escritórios de advocacia estão sendo instalados, tornando o mercado mais competitivo.


Assim, investir em marketing específico nesta área é importante como um ponto de diferenciação dos concorrentes, garantindo uma boa reputação no setor e mantendo os negócios.


Uma estratégia digital bem planejada também permite que você ganhe mais visibilidade e construa sua credibilidade. Embora seja difícil obter autoridade legal, é certamente uma solução que pode melhorar muito a imagem da sua empresa perante clientes e outros profissionais.


Assim, o marketing jurídico permite que seu escritório de advocacia construa o conhecimento da marca e eduque clientes em potencial respondendo às suas perguntas.



Os grandes problemas do marketing jurídico

Na verdade, o marketing de sucesso é difícil em quase todos os setores, mas, especialmente no setor jurídico, é necessário ter muito cuidado. Para a maioria dos advogados, as dificuldades desse segmento não são novas. Eles estão acostumados a enfrentar uma série de desafios, não apenas para resolver seus próprios assuntos, mas também para atrair novos negócios e maximizar sua presença pública.

Embora as oportunidades de crescimento sejam abundantes, verifique alguns dos desafios que surgem ao trabalhar com marketing jurídico:


 


Marketing jurídico e produção de conteúdo relacionado


Marketing jurídico e produção de conteúdo relacionado

Criar conteúdo relevante é a espinha dorsal do marketing em qualquer setor, incluindo o jurídico, para obter os melhores resultados possíveis. Este conteúdo relacionado é classificado como qualquer material que pode ser usado para atrair clientes.


Em outras palavras, isso significa que do ponto de vista estratégico não é interessante falar apenas sobre alguns temas relacionados à legislação. Além do que você fala, também é importante prestar atenção em como você fala e com quem.


Portanto, não basta criar conteúdo sem se preocupar com quem vai lê-lo. Nestes casos, é muito importante usar uma linguagem simples e objetiva para discutir os temas que seu escritório lida no dia a dia.


Aproximamos os profissionais dos clientes

O marketing jurídico deve ter como objetivo aproximar os advogados de seus clientes em potencial. Novamente, o uso de uma abordagem particularmente clara e compreensível deve ser observado, mesmo para aqueles que não são bem versados ​​no setor jurídico.


Além disso, é necessário aprimorar os canais de comunicação para que todos possam contatá-los facilmente de forma simplificada.


Para isso, também é importante considerar o tempo de resposta, principalmente o contato inicial, que deve ser respondido rapidamente por telefone, e-mail, mensagem de texto ou qualquer uma das plataformas de mídia social.


Se sua rotina não permite que você faça isso, é recomendável deixar o responsável por esta função e filtrar os contatos que entrarão em contato com você.


Proibições e restrições legais que regem o marketing legal

A maioria das empresas pode fazer praticamente o que quiser com suas estratégias de marketing. No entanto, esse não é o caso dos advogados, que muitas vezes se preocupam com o que podem ou não fazer para colocar seu negócio no mercado.


Isso se deve à presença de algumas normas que visam preservar a dignidade da profissão e garantir a credibilidade do serviço, entre elas, por exemplo:


Uso de expressões comerciais comuns: Segundo a OAB, advogado não pode usar publicidade para atrair clientes. Expressões comuns de negócios, como "Ligue agora!" ou "Vá e verifique!" Prejudicam a discrição e a sobriedade com que a profissão deve ser cercada;

Divulgação de preços: os advogados não podem divulgar o custo de seus serviços e seus honorários, pois tal estratégia pode simplificar a profissão e causar guerra entre concorrentes;

Fornecimento de aconselhamento gratuito por meio do site: O site é uma estratégia muito importante para o marketing jurídico, mas não pode ser usado para fornecer aconselhamento gratuito;

Utilização de imagens de edifícios judiciais: Para não questionar a imparcialidade dos tribunais, é proibida a utilização dos edifícios em materiais publicitários ou em qualquer canal digital;

Confidencialidade de informações: um advogado não deve divulgar informações relacionadas ao caso de um cliente.





Gostou do Marketing jurídico: Descubra qual a sua importância e principais desafios? Compartilhe com seus amigos.

Deixe seu comentario

/ / /