O que é SEO e para que serve? Um guia essencial para você entender como funciona - Ver e Fazer

Site de ideias criativas



O que é SEO e para que serve? Um guia essencial para você entender como funciona


Confira esse O que é SEO e para que serve? Um guia essencial para você entender como funciona para fazer em casa

  O que é SEO e para que serve? Um guia essencial para você entender como funciona

Quer saber o que é SEO?



Uma das maiores aspirações das empresas de investimento em marketing digital é alcançar as primeiras posições nos mecanismos de pesquisa - afinal, quem não quer cliques grátis e mais visitantes em seu site?

 


Imagine um site sobre o mercado financeiro bem posicionado nos primeiros resultados de busca do Google veja o potencial de ter milhares de pessoas visitando esse site totalmente grátis apenas por estar bem posicionado, Agora pense, no potencial de lucro que um site de finanças pode lhe trazer apenas exibindo publicidade do Google adense.

No entanto, ter presença online não é suficiente para garantir que seu site, loja online ou blog esteja na primeira página do Google: é preciso investir em uma estratégia específica para melhorar os resultados e garantir que sua empresa esteja bem posicionada.


No entanto, obter boas classificações nas páginas de resultados pode ser muito mais fácil do que você pensa.


Há uma série de melhorias que você pode fazer em seu site e em seu conteúdo para melhorar a experiência do leitor e ser um ótimo resultado aos olhos dos mecanismos de pesquisa.


Essa é a otimização que chamamos de SEO!


O que você encontrará neste artigo?

O que é SEO

Entenda como as pessoas pesquisam no Google

Apresentando o Google Bot, o bot do Google

Como o Google vê o site?

Os fatores de classificação mais importantes no Google

Como planejar e implementar uma estratégia de SEO

Analise a página de resultados do Google e os concorrentes

conclusão

 


O que é otimização de mecanismos de pesquisa (SEO)?

A otimização de mecanismos de pesquisa (SEO) é um conjunto de estratégias destinadas a otimizar e melhorar a posição de um site nas páginas de resultados de mecanismos de pesquisa naturais (orgânicos). Também é conhecido como otimização de site, otimização de mecanismo de pesquisa ou otimização de mecanismo de pesquisa.


Basicamente, o aumento da visibilidade (SEO) na pesquisa orgânica permite que você alcance mais pessoas aumentando o tráfego, ou seja, aumentando o tráfego orgânico. Se você melhorar a terminologia correta e atingir seu público-alvo, esse tráfego pode levar a conversões. Essa consistência é essencial para uma boa estratégia de SEO.


Já que 90% das pessoas que buscam no Google só clicam nos resultados que aparecem na primeira página do buscador, aumentar o tráfego orgânico e tornar as páginas mais visíveis aumenta (e significativamente) as suas perspectivas de negócio.


Entenda como as pessoas pesquisam no Google

A psicologia da pesquisa gira em torno do usuário: suas necessidades, a maneira como busca por respostas, os resultados que espera ao buscar algo, etc.


Em suma, o psiquismo humano diante dos buscadores tem necessidade de satisfazer um desejo específico, que pode se manifestar de diferentes formas, e o papel das empresas que investem em marketing digital é responder de forma objetiva a todas essas dúvidas. E necessidades.


Portanto, quando pensamos em entender as buscas, devemos sempre nos colocar no lugar de um usuário que busca alguma informação em um mecanismo de busca como o Google.


Uma das primeiras etapas para entender a pesquisa de um usuário é definir o propósito da pesquisa. Saber essa intenção é a chave para atrair o público certo para seu site.


Portanto, explicaremos o que trouxe o usuário ao Google. Existem três tipos de pesquisas:


1. Pesquisa ou navegação de pesquisa

Esse tipo de pesquisa - também conhecida como pesquisa curta - é feita quando o usuário já conhece o site que deseja visitar, mas pode não se lembrar do URL completo ou ter preguiça de digitar.


Por exemplo, se um usuário inserir o termo de pesquisa "Migre Seu Negócios" ou "Blog Migre Seu Negócios" para encontrar nosso conteúdo, sua intenção de pesquisa será clara, portanto, há uma pequena chance de que esse usuário altere seu destino final no Internet - esta é Aquela que já sabe o que procura.


2. Pesquise ou recupere informações

Como o nome indica, na busca por informações, o usuário busca informações seja em notícias, lançamentos de produtos ou artigos explicativos.


Ao contrário de uma pesquisa de navegação, neste caso o usuário não sabe exatamente qual site irá visitar para encontrar o conteúdo de seu interesse, pois é impossível definir claramente sua intenção de pesquisa.


É por isso que é tão importante que as empresas tenham uma classificação elevada no Google.


Sem saber exatamente qual site deseja visitar, o usuário tende a usar os resultados orgânicos para encontrar uma solução para suas dúvidas ou necessidades, e neste ponto identificar um bom local para seu blog ou site é benéfico para o negócio.


3. Pesquisa de mecanismo de pesquisa ou transação

Nesse tipo de exploração, o usuário deseja concluir a transação. Quer você esteja comprando um produto diretamente, procurando uma loja ou fazendo qualquer outro tipo de transação online.


Esse tipo de pesquisa é muito valioso, principalmente para o e-commerce.


Agora que você descobriu três tipos de pesquisa, no próximo tópico explicaremos como funciona o maior mecanismo de pesquisa do mundo, o Google.


Apresentando o Google Bot, o bot do Google

É importante entender como o Google funciona para desenvolver uma estratégia sólida de SEO.


As pesquisas são divididas em dois grupos: resultados regulares (gratuitos) e pagos.


Seja apresentado no Google!

Para ser encontrado pelos compradores no momento em que pesquisam no Google o que você tem a oferecer.


Aprender mais

Os robôs do Google funcionam como rastreadores. Eles pesquisam todas as páginas da Internet, entram em todos os links, lêem tudo o que essas páginas têm a oferecer e armazenam tudo o que encontram nos servidores do Google.


Desta forma, todo o conteúdo é bem organizado e dividido para fornecer os melhores resultados de pesquisa aos usuários para uma consulta específica.


Para um melhor entendimento, imagine uma biblioteca. Ao procurar livros sobre SEO, por exemplo, não precisamos ir de prateleira em prateleira para encontrar esse conteúdo - temos uma pista de onde as informações de SEO estão localizadas, o que torna o processo mais e mais simples. Acesse os livros e as informações que eles contêm.


Os servidores do Google funcionam de forma semelhante: organizam o conteúdo para ajudar o usuário, sempre fornecendo aos sites mais relevantes um conteúdo mais completo para responder à dúvida ou necessidade que motivou a busca.


Como o Google vê o site?

Apesar do que muitas pessoas pensam, o Google não vê os sites da mesma forma que um usuário os vê.


Quando pensamos na visibilidade do mecanismo de busca, devemos lembrar que, ao contrário dos usuários, os robôs que leem um site não podem exibir JavaScript e imagens, apenas texto e código.


Portanto, quando estamos construindo um site ou postagem de blog usando imagens, é importante trabalhar adequadamente em cada texto alternativo postando uma descrição completa que ajude os robôs a entender o assunto do gráfico.


Quando não estamos trabalhando com texto alternativo para imagens, o Google vê essas áreas como buracos no site. É como se toda essa área das imagens fosse um fundo branco sem conteúdo relevante para os leitores.


Lembre-se de que um bom texto alternativo nas imagens ajuda no SEO e na classificação!


Os fatores de classificação mais importantes no Google

No momento, quando falamos sobre fatores de ranking, sabemos que já existem mais de 200 fatores que afetam os SERPs.


Em uma lista de 200 itens, precisamos priorizar! Selecionamos os fatores que devem receber mais atenção:


Conteúdo único e valioso

Esta é a essência do SEO: criar conteúdo de alta qualidade para o usuário. Pense menos em robôs e mais no que as pessoas procuram e desejam ver em seu site. O Google aprecia isso!


Autoridade de página

O PageRank foi o primeiro algoritmo criado por Larry Page há mais de 20 anos com base nos links que a página recebe. Apesar da idade, ainda está em uso, segundo o próprio Google.


No entanto, muitos profissionais preferem o Page Authority, uma métrica da Moz que promete mais transparência, atualizações e precisão em comparação com o sistema PageRank.


Você pode verificar isso usando a ferramenta Moz Open Site Explorer.


Autoridade de domínio

O posicionamento da página também depende da autoridade de seu domínio. Verifique também o seu domínio no Open Site Explorer.


TrustRank

Como você sabe se seu site é confiável? "Diga-me com quem você está ...". O TrustRank do Google determina, com base em seu relacionamento, qual é o número de links que você obtém de sites confiáveis.


Velocidade de download

Este é um dos fatores que o Google destacou no anúncio: os tempos de carregamento do site têm um grande impacto na experiência do usuário e, portanto, na classificação.


A velocidade extremamente alta que desfrutamos na internet hoje resultou na impaciência do público. Atualmente, você não quer esperar mais de 3-4 segundos para a página carregar.


O Google leva isso em consideração, e os tempos de carregamento são cruciais para obter boas classificações. Páginas que demoram muito para carregar tendem a ter um tempo muito curto por página.


Resposta

Em abril de 2015, o Google anunciou que as páginas otimizadas para celular teriam uma classificação mais elevada nas pesquisas em dispositivos móveis.


Certificado SSL e HTTPS

O Google disse que prioriza sites seguros com certificados SSL e HTTPS. O impacto disso na classificação ainda não foi observado, mas esse fator deve estar ganhando impulso.


A palavra-chave do título

O uso de palavras-chave é essencial para a otimização e o título é um dos fatores de SEO mais importantes na página. Portanto, insira sua palavra-chave nele!


Fácil de usar

Quanto mais fácil você tornar a vida dos usuários do seu site, melhor será sua experiência. A facilidade de uso afeta a duração da estadia, as visualizações de página e a taxa de rejeição.


Engenharia de site

Organizar seu conteúdo é importante para facilitar o uso e ajuda o Google a entender suas páginas.


URLs amigáveis

URLs são um fator de classificação direto. O Google também detecta o uso de palavras-chave no URL da sua página.


Além disso, quanto mais relevante for, mais fácil será para os leitores navegar até sua página.


Quanto menos itens além da palavra-chave no URL, melhor. Por exemplo, é importante evitar o uso de números em listas.


Se você atualizar e expandir esta lista, seu URL será o número errado. Uma das regras básicas de SEO: nunca atualize uma URL após o conteúdo ter sido indexado.


Cabeça interna

A tag de título é o endereço interno do seu blog, que um leitor verá quando realmente tiver acesso ao seu conteúdo. É muito importante ressaltar que deve ser diferente do seu título SEO, o que será um fator externo e direcionará o leitor para o seu texto.


Cabeçalho de SEO

Um título SEO é aquele que aparece nos resultados da pesquisa e tem a função de redirecionar o leitor ao seu conteúdo.


Este é um dos fatores mais importantes para classificar e garantir uma alta taxa de cliques (CTR) para seu conteúdo.


Marcas de cabeça

Os títulos são necessários para priorizar o conteúdo da página. Até seis títulos podem ser vistos no código, representando o conteúdo mais importante (H1) e suas traduções (H2 a H6).


Dessa forma, o Google determinará a hierarquia de informações sobre o seu conteúdo.


O tempo de permanência na página

O tempo gasto na página é um dos principais fatores no ranking do Google, pois é, em última análise, uma forma do mecanismo de busca mostrar que esse conteúdo é de boa qualidade.


Quanto mais tempo o leitor permanece na página, mais eficientemente o Google interpreta esse conteúdo em resposta à pergunta do usuário. Se um leitor entra e sai da página imediatamente, o Google entende que esse texto não é apreciado pelo público (se ele for repetido várias vezes).


Link interno

Links internos são importantes para o Google. A partir daí, os rastreadores analisarão a experiência do usuário para suas postagens e outros conteúdos que você enviar ao leitor.


Além disso, quanto mais links internos um determinado conteúdo recebe, maior a relevância que o Google interpreta para servir essas páginas. É como eu disse, "Google, essas são as páginas mais importantes do meu site / blog."


Otimizando imagens para SEO

Como observamos, o Google não vê as fotos da mesma forma que um usuário. Necessita de elementos textuais para compreender o que é a imagem e apresentá-la no resultado da pesquisa. Portanto, é essencial prestar atenção a 3 elementos ao enviar uma imagem para o seu blog ou site:


Nome do arquivo;

Texto alternativo;

Tamanho da imagem.

Design adaptativo

Como vimos na linha do tempo, o Google prioriza os sites otimizados para celular ao determinar o posicionamento da página.


Se sua página não estiver otimizada para visualização em dispositivos móveis, ela pode perder muitas das classificações do mecanismo de pesquisa.


Meta Descrição

Embora não seja um fator que afete diretamente a classificação desta página, uma meta descrição é um símbolo que tem a função de explicar ao usuário o conteúdo apresentado naquela página, atraindo-o para a leitura do conteúdo.


Quando você pensa em meta descrição, é um fator que influencia muito a taxa de cliques do seu site, por isso é importante que ela siga alguns recursos recomendados para obter bons resultados:


Use uma palavra-chave - negrito nos resultados da pesquisa;

Resuma e incentive o leitor a ler seu conteúdo (benefícios);

Aproximadamente 150 caracteres

Não use um parágrafo de introdução;

Não engane seus leitores.

Edifício da ligação

O edifício da ligação é a parte mais importante do SEO fora da página. Esta é a parte que garante a autoridade da sua página e do seu domínio e será uma ótima referência para o Google.


Funciona como um indicador. Cada site com links para você indica que você tem um bom conteúdo. Quanto mais referências você consegue, mais relevante você é.


Quanto mais importante for o seu link, mais respeito você obterá do mecanismo de pesquisa. No entanto, obter links de domínios menos relevantes que o seu é uma coisa muito positiva.


Também é importante obter links de sites que tenham autoridade no assunto sobre o qual você está falando. Se você receber links de um site sobre tópicos que não estão relacionados ao seu site, a importância desse link não será tão grande.


Localização

O site é um fator que afeta diretamente o SEO. O Google se esforça para fornecer resultados com base em seu site.


Por exemplo: Se você está em São Paulo e quer comprar algo, o Google mostrará as lojas de São Paulo nos resultados da pesquisa.


Ele define a sua situação e sempre tentará dar-lhe os melhores resultados disponíveis.


Como planejar e implementar uma estratégia de SEO

Ufa! Descobrimos muitos conceitos até agora. É hora de sujar as mãos!


Para obter essa quantidade de tráfego orgânico, é importante que o conteúdo postado em seu blog seja interessante para alguém. Você já sabe agora, mas como as pessoas encontrarão seu conteúdo?


busca por palavra-chave

Ao ler este material, você pode se interessar por marketing de conteúdo e SEO. Independentemente disso, podemos estar errados ao pesquisar as primeiras informações sobre isso.


Em qualquer caso, existem alguns pontos relacionados à criação de conteúdo que precisam ser destacados:


Qualquer pessoa que criar conteúdo apenas para produção não obterá nenhum resultado;

Um blog nunca alcançará todo o seu potencial sem planejar a produção desse conteúdo.

A partir de agora, encontramos alguns pontos de chance nas frases acima. Ficou claro que sem definir metas e um planejamento perfeito, um blog nunca ajudará você a criar novas oportunidades de negócios, se tornar uma autoridade na área ou educar o mercado.


A pesquisa de palavras-chave é crítica para o sucesso de qualquer tipo de blog.


Sem ele, seu conteúdo pode nunca atingir os resultados esperados.


Como você encontra os termos que seu público-alvo mais procura?


Temos duas respostas para esta pergunta:


Você conhece bem seus homens de negócios;

Pesquise palavras-chave para encontrar as melhores oportunidades para o seu nicho.

Neste ponto, não entraremos em detalhes sobre os personagens, mas você precisa entender o quão importante é criar, definir e saber quem é o seu público-alvo.


Depois de conhecer o perfil do seu cliente ideal, a tarefa de prever o comportamento da pesquisa e identificar seus principais problemas se torna mais fácil.


Por que dizemos isso? Para fazer uma pesquisa de palavras-chave que faça sentido, é importante que você saiba tudo sobre seu cliente.


Cauda da cabeça do chão

Palavras-chave de palavras-chave são as palavras-chave com o maior volume de pesquisa mensal para um nicho específico. Um exemplo desse tipo de palavra-chave é "marketing", com mais de 70.000 buscas por mês nos buscadores. Você consegue imaginar a quantidade de tráfego orgânico que um conteúdo bem classificado poderia gerar para esta palavra-chave?


Apesar do alto volume, o problema com esse tipo de palavra-chave é a concorrência terrível! Estamos falando de milhares de conteúdo, sites e todos os tipos de análises de materiais possíveis para uma palavra-chave muito abrangente.


Palavra-chave de cauda longa

Na extremidade oposta da sala estão as palavras-chave de cauda longa, também conhecidas como palavras-chave de cauda longa. Essas palavras-chave, conhecidas como pote de marketing de conteúdo ouro, são longas e mais específicas, e a classificação para uma dessas palavras-chave é um pouco mais fácil.


Onde está a beleza disso?


Imagine fazer um blog sobre roupas masculinas e criar um conteúdo excepcional sobre camisas pólo listradas. Claro, existe um público fiel a este tipo de camisa, que está sempre em busca de novas oportunidades e se oferece para comprar outro modelo. Como você é inteligente, seu conteúdo inclui um link para a oferta de e-commerce da qual você participa. Portanto, para cada venda que vem de um link em sua página, você fica com um pouco de coragem ($).


Analise a página de resultados do Google e os concorrentes

Agora que sabemos de onde começamos, precisamos começar a entender com quem estamos competindo para lutar pela vitória. Entrar em uma luta sem conhecer seu oponente é começar a perder.


Como existem muitas palavras-chave a serem aprimoradas, sempre teremos uma palavra-chave com mais volume de pesquisa e mais valor.


Embora caudas longas sejam o foco atual da maioria das estratégias de SEO, é recomendável usar sua palavra-chave primária. Como regra geral, é aquele que pode ter mais influência em seus resultados e, portanto, merece mais atenção.


Um dos tipos de análise projetados para auxiliar no planejamento de SEO é a página de resultados do mecanismo de pesquisa ou a análise da página de resultados do mecanismo de pesquisa.


Quando analisamos os SERPs, avaliamos as 10 principais pontuações e pegamos as métricas mais superficiais.


Quando esta é uma palavra-chave muito popular, devemos nos concentrar em uma análise mais profunda dos três primeiros resultados.


Nesta análise, uma avaliação SWOT deve ser realizada. Além disso, também é importante:


Erros de página

Eles têm muitos erros na página? (Para isso, usamos ferramentas como WooRank)

O URL é fácil de usar?

Eles estão usando a tag de título e a meta descrição corretamente?

O que ele não faz?

Contente

Eles estão usando a palavra-chave corretamente em todo o conteúdo?

É conteúdo estático ou dinâmico?

É atualizado com frequência?

Que conteúdo eles não usam? (Exemplo: vídeos, gráficos, etc.)

redes sociais

Eles têm muitas ações?

Eles são ativos nas redes sociais?

O site contém botões de publicação?

Links

Qual é a principal fonte de obtenção de links deles?

Também posso usar esta fonte?

Como os textos âncora são distribuídos?

Eles estão usando táticas que podem puni-los?

Ao fazer e responder a todas essas perguntas, mesmo que tenham sido documentadas ou documentadas, você estará mais pronto para começar a planejar o SEO.


conclusão

Você já se perguntou qual é o seu maior patrimônio na internet? Eu diria que a melhor resposta é seu site. Você ficará com você enquanto sua empresa estiver ativa, e é aqui que as pessoas saberão o que você faz, quais são os benefícios para o seu negócio e o que você pode oferecer de melhor.


Mas e as redes sociais? Eles são extremamente importantes em muitos aspectos diferentes de sua estratégia de marketing digital, mas não são seus.


Imagine se investíssemos uma quantia muito grande há 10 anos, colocando todas as nossas fichas no Orkut? Claro, o que parece algo tão óbvio pode acabar sendo um desastre.


Investir em SEO para o seu site é investir em algo que realmente pertence a você, apostar nos seus maiores ativos na internet e ser recompensado pelo seu trabalho árduo, mas é um valor enorme.


Aviso: a otimização do mecanismo de pesquisa não acontece durante a noite

A melhoria e o desenvolvimento do site levam tempo. Você pode incluir pelo menos 3 a 6 meses em seu planejamento. Mas, aos poucos, os resultados se acumulam e os sucessos valem a pena.


Investir em SEO é a chave para alcançar resultados de médio a longo prazo. Você precisa trabalhar constantemente nisso e sempre deve saber as novas regras do jogo.


No entanto, o resultado esperado é benéfico tanto em termos de conversões do seu site, quanto em termos de posição de sua marca e percepção do público-alvo.


É muito lucrativo investir em SEO





Gostou do O que é SEO e para que serve? Um guia essencial para você entender como funciona Compartilhe com seus amigos.

Deixe seu comentario

/ / /