Dicas de cartão de crédito



Dicas de cartão de crédito
Em boas mãos, o cartão de crédito é uma ótima forma de otimizar as suas finanças pessoais, viabilizar a realização de objetivos e até mesmo fazer o seu dinheiro render melhor. Para fazer do produto o seu melhor amigo, então, você precisa saber sobre controle financeiro e planejamento para usar bem o seu cartão de crédito.
Cartão de crédito fácil de aprovar
Aprovação fácil de cartão de crédito não é um mito, conheça as opções

Encontrar um cartão de crédito fácil de aprovar é mais fácil do que parece. Saiba como funciona a análise de crédito e como obter sua própria análise.

Um cara com vários cartões e procurando um crédito fácil para ser aprovado

 


Quem procura um cartão de crédito fácil de aprovar deve saber que essa não é uma tarefa impossível. Pelo contrário, é mais simples do que você pensa. Existem várias opções no mercado para cartões de aprovação rápida e fácil. Continue lendo porque hoje vamos explicar tudo sobre isso.


Existe um cartão de crédito fácil de aprovar? Como funciona a análise?

O número de usuários de cartão de crédito continua crescendo e no Brasil é um dos meios de pagamento mais utilizados. Para se ter uma ideia, segundo o Banco Central, o país encerrou 2020 com 134 milhões de cartões de crédito ativos, um aumento de 12% em relação ao ano anterior.


O mercado de crédito está sempre trabalhando para encontrar formas de atender o maior número de pessoas possível. É por isso que existem várias opções também para quem precisa de um cartão de crédito fácil de aprovar (vamos mencionar algumas possibilidades ao longo do texto).


Em geral, as pessoas que procuram um cartão com essa facilidade de aprovação o fazem por vários motivos: por ter baixa renda, por ter uma má reputação, por nunca ter usado serviços financeiros, por ser trabalhador informal e não poder comprovar renda.


Por isso, para esses públicos, um cartão de crédito fácil de aprovar é fundamental. Mas como funciona a análise de crédito? O que é levado em consideração? Por que alguns cartões são mais fáceis de aprovar do que outros?


A análise de crédito funciona basicamente da seguinte forma: Instituições financeiras antes de dar crédito - cartão, empréstimo, financiamento - pesquise tudo sobre a vida financeira de um potencial cliente, cada uma com critérios de avaliação diferentes. Isso porque seu objetivo é ver se essa pessoa conseguirá pagar as dívidas que cria.


Assim, quanto maior o risco de inadimplência, do ponto de vista do banco, maior a chance de negar ou dar crédito, mas aplicando juros altos, pois o risco de não pagamento também é grande.


Portanto, as pessoas que estão em uma dessas situações (baixa renda, nome incorreto, novatos em serviços financeiros, incapazes de comprovar renda formal) correm alto risco de não conseguir um cartão de crédito. É por isso que é tão importante que eles encontrem o cartão perfeito, com fácil aprovação.


 


Opções de cartão de crédito com aprovação fácil

Os cartões de loja, ou seja, aqueles emitidos em estabelecimentos comerciais com a marca da empresa, costumam ser os mais fáceis de aprovar. Isso porque a ideia é oferecer descontos e condições exclusivas online ao pagar com este cartão.


Como eles têm análises menos rígidas, muitas pessoas podem obter seu primeiro cartão de crédito dessa maneira, o que é ótimo porque esses cartões são aceitos em muitos estabelecimentos e não apenas na loja que emitiu o cartão para você.


Outra vantagem é que o limite disponível geralmente não é muito alto. Isso é útil para quem está começando a usar o cartão de crédito, pois dá esses primeiros passos sem colocar muito dinheiro em cheque, entende como o cartão funciona na prática e aprende a fazer bom uso do dinheiro de plástico.


Outra opção de cartão de crédito fácil de aceitar é um cartão pré-pago. É mais fácil de aprovar e, portanto, funciona muito bem para quem é negativo, por exemplo. A facilidade de aprovação está no fato de o próprio usuário colocar saldos neste cartão com antecedência e usá-lo posteriormente. Portanto, não há fatura e é totalmente seguro para o emissor. Para quem usa, é bom porque oferece maior controle financeiro, com a vantagem de não arriscar dívidas altas no cartão.


Para os aposentados ou aposentados do INSS, bem como para os servidores públicos municipais, estaduais ou federais, o cartão de crédito consignado pode ser uma ótima opção para conseguir um cartão com facilidade de aprovação.


Outra possibilidade é abrir uma conta em um banco digital, pois uma vez que você estabelece um relacionamento com uma instituição, aumenta a chance dessas instituições confiarem em você e dar crédito. Afinal, quanto mais a organização souber sobre o cliente, maiores serão as chances de aprovação do cartão. Mas claro que você não precisa ter conta em nenhum banco para ter acesso a um cartão de crédito, ok?


Afinal, qual é o cartão de crédito mais fácil de ser aprovado?

Não há uma resposta única para esta pergunta. Cada instituição financeira segue uma política interna específica para concessão de crédito. Ou seja, cada um deles possui uma régua e define os critérios para aprovação ou não do cartão.

O que um cliente pode fazer para conseguir um cartão de crédito de fácil aprovação é ficar atento à sua vida financeira. Se você tem dívidas, negocie e pague o quanto antes - o Feirão Limpa Nome da Serasa pode ajudar muito no processo, pois oferece negociações com desconto de até 99%.


Outra atitude interessante do consumidor é monitorar sua pontuação de crédito, pontuação e entender como ele pode aumentar gradualmente sua pontuação.


Uma vida financeira equilibrada sempre aumenta o acesso das pessoas a qualquer tipo de crédito, e aí a preocupação se é fácil ou difícil conseguir um cartão aprovado torna-se menos importante.


Como obter um cartão de crédito aprovado fácil?

Atualmente, com a facilidade da Internet, existem vários cartões que são aprovados ao mesmo tempo de forma fácil. Para conseguir um cartão de crédito com facilidade de aprovação, é necessário fazer uma pesquisa criteriosa e comparar as opções disponíveis no mercado. Uma forma simples e rápida de fazer essa pesquisa é usar o Serasa eCred, o serviço de crédito da Serasa. É uma plataforma onde você pode encontrar ofertas de empréstimo e cartão de crédito com base no seu perfil e necessidades financeiras.


No caso de cartão de crédito, basta acessar o Serasa eCred e aguardar alguns minutos para que a plataforma pesquise, compare e recomende as melhores opções de cartão para você. Depois, é só escolher o seu favorito e encomendar na hora.


Descubra como é rápido e fácil obter um cartão de crédito aprovado fácil em apenas alguns minutos:


1. Acesso ao Serasa eCred

Acesse o site Serasa eCred ou o aplicativo Serasa disponível no Google Play e na App Store, e insira seu número de CPF e senha. Se você ainda não tem cadastro, pode se cadastrar imediatamente. É rápido e você não paga nada por isso.


2. Preencha seu perfil

Quando terminar de fazer login, você poderá atualizar seu perfil. Não se esqueça de fornecer todos os dados necessários. Isso nos ajudará a encontrar as melhores alternativas de crédito para você.


3. Faça uma simulação

Selecione a opção "Solicitar Cartão". O Serasa eCred buscará ofertas para o seu perfil de instituições financeiras parceiras.


4. Verifique e compare as opções

Confira as opções de cartão de crédito recomendadas para você. Na tela, além dos nomes dos cartões, aparecerão o limite disponível, informações sobre parcelamento e conveniência. Para saber mais sobre cada opção, basta clicar em Detalhes da oferta.


5. Escolha seu cartão de crédito e conclua o contrato

Depois de avaliar as opções disponíveis, é hora de escolher a carta que achar mais interessante. Clique em "Solicitar" e rescinda o contrato facilmente e em poucos minutos.


Agora que você já sabe como é fácil conseguir um cartão de crédito aprovado fácil, você entende como funciona a análise de crédito

Cartão de crédito para empresa
Os cartões de crédito empresariais podem ajudar o seu negócio. Compreendo

Um cartão de crédito empresarial é uma excelente ferramenta para empresas de todos os tamanhos. Saiba como funciona e quais são os benefícios.

Um empresário com um cartão de crédito que pode ajudar seu negócio

 


Já pensou em ter um cartão de crédito empresarial? Saiba que é um importante aliado para empreendedores e pequenos empresários, pois se bem utilizado, ajuda a aumentar o controle financeiro e regular o fluxo de caixa, entre outros benefícios.


Se você quer entender como funciona um cartão de crédito empresarial, quais são as vantagens de um cartão MEI e como conseguir um cartão de crédito CNPJ, continue lendo.


Cartão de crédito empresarial: o que é e como funciona

A primeira informação que você deve ter é que um cartão de crédito empresarial não é um cartão corporativo. Deixe-me explicar: enquanto um cartão de crédito comercial é usado para compras comerciais, um cartão de crédito corporativo é usado por funcionários para despesas comerciais.


O cartão de crédito empresarial, na verdade, nada mais é do que um cartão de crédito comum: possui uma linha de crédito definida pela instituição financeira que concedeu o cartão, para compras a prazo ou à vista, e uma data de vencimento da fatura, que deve ser pago integralmente até a data de vencimento especificada para evitar juros recorrentes elevados.


O grande diferencial é que ele é destinado a quem possui um negócio, seja ele grande, médio ou pequeno. E também que existem algumas vantagens e facilidades associadas a ele, com o objetivo de auxiliar o empresário na gestão de sua empresa.


Por isso, quando usado de forma correta, é uma excelente ferramenta para empreendedores de todos os portes, pois permite, por exemplo, adquirir matérias-primas necessárias para o funcionamento de um negócio sem comprometer o fluxo de caixa de toda a empresa.


O controle de despesas a longo prazo também é outro benefício do uso de um cartão de crédito empresarial. Abaixo, explicaremos em detalhes as principais vantagens de seu uso.


Existe um cartão de crédito MEI?

Sim, existe um cartão de crédito MEI e também é uma ferramenta que pode beneficiar pequenas empresas. Se você é o único proprietário de uma pequena empresa, também pode e deve usar um cartão de crédito comercial. Isso porque o MEI possui CNPJ e sempre tem uma conta PJ (pessoa jurídica) para receber os serviços que presta, e assim poder solicitar um cartão de crédito empresarial.


Para proprietários de pequenas empresas individuais, o acesso ao crédito pode ser ainda mais importante. Afinal, três em cada 10 microempreendedores individuais (MEIs) fecharam suas portas em até cinco anos de atividade no Brasil, segundo dados da pesquisa "Sobrevivência Empresarial", divulgada pelo CEPRA (Serviço Brasileiro de Apoio às Pequenas e Micro Empresas) Em junho de 2021, o mais preocupante é que 34% das empresas que encerraram suas atividades disseram à Sabra que a obtenção de crédito poderia ter evitado o fechamento da empresa.


Os benefícios do MEI são geralmente os mesmos de empresas de qualquer porte ao utilizar o cartão. Mas o que mais atrai os empresários é o longo prazo para pagar os insumos que compram para que o negócio funcione, ganhando mais tempo e podendo receber pagamentos do cliente antecipadamente e pagar as compras depois.


Veja abaixo outros benefícios de um cartão de crédito empresarial.


Quais são as vantagens de um cartão de crédito empresarial?

Seja para microempreendedores individuais (MEI) ou para empreendedores maiores, o cartão de crédito empresarial é uma ferramenta importante. Uma das maiores vantagens de usar esse tipo de crédito é que você pode comprar os insumos necessários para administrar o negócio sem comprometer as finanças de toda a empresa, ter um prazo maior de pagamento e ainda aprender a controlar melhor as despesas do processo.


Abaixo, listamos os principais benefícios de um cartão de visita. pagando:


1. Separação de despesas individuais da pessoa jurídica

Um erro comum entre os empreendedores é usar um cartão de crédito pessoal para pagar as despesas da empresa. Além de confundir tudo e não ter uma visão clara do que é material e do que é despesa jurídica, os custos podem ficar mais caros, pois com um cartão exclusivo para o seu negócio você pode contar com taxas muito mais vantajosas do que as oferecidas no crédito pessoal.


2. Duração e parcelas

Há um longo caminho entre a compra da matéria-prima, a transformação em produto, a venda e o retorno financeiro com lucro para o empresário. Portanto, um prazo maior para ressarcimento das despesas comerciais contribui muito para a saúde financeira da empresa. Nesse caso, o parcelamento de algumas compras (sempre com controle e planejamento) pode ajudar, pois mitiga o impacto das despesas no fluxo de caixa da empresa.


3. Controle de despesas e regulação financeira

Um cartão de crédito é uma forma de focar todas essas despesas da empresa.

No mesmo lugar de uma forma simples. Ao apresentar uma fatura mensal, que mostra todas as despesas, organiza e dá uma visão de tudo o que saiu do seu caixa, com o benefício de pagar várias despesas em uma única conta, eliminando cupons soltos. Isso por si só já contribuiu para a melhoria da organização financeira da empresa.

4. Segurança

Usar um cartão de crédito comercial também é mais seguro. Impede que o empresário ande com dinheiro físico na rua e permite que o usuário se familiarize com toda e qualquer transação realizada com seu cartão. Isso porque os bancos costumam avisar os clientes quando há alguma atividade suspeita em seu cartão (como compras de valores maiores ou em lugares e regiões que você não costuma visitar).


Conta PJ com cartão de crédito necessário?

Uma dúvida muito comum que surge é se é necessário ter uma conta PJ (pessoa jurídica) em um banco para acessar um cartão de crédito empresarial. A verdade é que se tiver uma conta empresarial, é mais fácil e rápido obter crédito para o seu negócio.


Mesmo os pequenos empresários podem e devem abrir uma conta PJ para organizar as finanças da empresa e separá-las das contas individuais e se beneficiar desse tipo de serviço.


A boa notícia é que existem muitas instituições financeiras que abrem contas PJ para empreendedores de todos os portes e online, sem precisar sair de casa. Bancos


Contas digitais por exemplo abrem contas de forma rápida, sem burocracia, sem taxas e mensalidades, basta fornecer uma foto de alguns documentos.


Ou seja, se você tem um CNPJ ativo, você pode realmente abrir uma conta PJ e solicitar um cartão de crédito depois de forma fácil e prática. Mas antes de abrir sua conta PJ, fique atento se o banco ou instituição de sua escolha oferece um cartão de crédito comercial.


Cartão de crédito CNPJ: como conseguir?

Como explicamos anteriormente, o primeiro passo para obter um cartão de crédito empresarial é abrir uma conta corporativa em um banco que ofereça produtos dessa forma. Depois disso, é só pedir seu cartão e aguardar a resposta da organização.


Outra alternativa se você realmente decidiu que não quer abrir uma conta corrente PJ é escolher um cartão como pessoa física, mas usá-lo exclusivamente para o seu negócio. Se por algum motivo essa for a sua escolha, você pode fazer a simulação e solicitar um cartão de crédito de forma rápida e segura através do Serasa eCred, serviço de crédito da Serasa.


Descubra como é fácil e rápido encontrar ofertas de empréstimo e cartão de crédito para você:


1. Acesso ao Serasa eCred

Acesse o site Serasa eCred ou o aplicativo Serasa disponível no Google Play e na App Store, e insira seu número de CPF e senha. Se você ainda não tem cadastro, pode se cadastrar imediatamente. É rápido e você não paga nada por isso.


2. Preencha seu perfil

Quando terminar de fazer login, você poderá atualizar seu perfil. Não se esqueça de fornecer todos os dados necessários. Isso nos ajudará a encontrar as melhores alternativas de crédito para você.


3. Faça uma simulação

Selecione a opção "Solicitar Cartão". O Serasa eCred buscará ofertas para o seu perfil de instituições financeiras parceiras.


4. Verifique e compare as opções

Confira as opções de cartão de crédito recomendadas para você. Na tela, além dos nomes dos cartões, aparecerão o limite disponível, informações sobre parcelamento e conveniência. Para saber mais sobre cada opção, basta clicar em Detalhes da oferta.


5. Escolha seu cartão de crédito e conclua o contrato

Depois de avaliar as opções disponíveis, é hora de escolher a carta que achar mais interessante. Clique em "Solicitar" e rescinda o contrato facilmente e em poucos minutos.


Qual é o melhor cartão de crédito empresarial?

O melhor cartão de crédito para o seu negócio será, sem dúvida, aquele que melhor atende às necessidades do seu negócio. Em geral, os cartões são bons, e mais depende de saber usá-los corretamente – e sobre isso, a regra para usar qualquer cartão de crédito com segurança é sempre pagar as contas em dia e à vista, para evitar juros altos. rotação.


Cuidado com o valor dos prêmios, cuidado para não ultrapassar o limite e fazer apenas as compras necessárias, e controle o uso com o auxílio de uma planilha ou outras ferramentas de gestão para o seu negócio que são outras práticas fundamentais que determinam se você terá sucesso. Faça do seu cartão seu amigo ou se ele te leva a se tornar um grande vilão pelo seu dinheiro.


 

Afinal, vale a pena um cartão de crédito corporativo?

Sim, não há dúvida de que um cartão de crédito corporativo vale a pena. Para os empresários em geral, como mencionado anteriormente, as vantagens são óbvias. Portanto, se sua empresa ainda não possui um cartão de crédito, considere iniciar um em breve.

Banco digital: qual é melhor?(Guia completo)

Banco digital: qual é melhor? Descubra os mais importantes e descubra o que eles oferecem

 

Os bancos digitais estão crescendo e conquistando cada vez mais clientes no Brasil. Vieram para dotar o mercado de tecnologia e eficiência que sofria com a burocracia dos grandes bancos. Por isso, estão mudando a forma como muitos cuidam de suas finanças pessoais.


Neste post, você verá o que diferencia um banco digital de um banco tradicional e aprenderá como a tecnologia facilita sua vida nesse setor.


Você também verá uma lista dos principais bancos digitais do Brasil e os serviços que eles prestam. Gostar de ler!



Melhor banco digital

  1.  O que é um banco digital?
  2. Os principais serviços prestados pelo Banco Digital são:
  3. Qual é o melhor banco digital?

Quais são os principais bancos digitais do Brasil?

  • Agibank
  • Banco Inter
  •  Banco Original
  • C6 Bank
  • Mercado Pago
  • Neon
  • Nubank
  • PagSeguro
  • Sofisa Direto

Bancos digitais para supermercados

  • Banco Renner
  • lojas pernambucanas
  • Cacau Show

bancos digitais de bancos tradicionais

  • Shadow banks

No Brasil, alguns exemplos de bancos sombra são:

Quais são os maiores bancos digitais do mundo?

  • N26 Bank
  • Capital One
  • Neat
  • Revolut

 coisas que você precisa saber sobre bancos digitais

Ir a uma agência bancária não faz mais sentido

Um banco digital é diferente de um banco digital

Bancos Digitais Promovem Inclusão Bancária

Os bancos convencionais estão investindo cada vez mais em serviços digitais

Bancos digitais já possuem milhões de clientes

Como investir em um gestor digital?

Os melhores bancos digitais

  • nubank
  • Banco PAAN
  • C6. Banco
  • Neon
  • Banco Inter
  • AgiBank
  • banco original

O que é um banco digital?

Um banco digital é uma instituição que não presta um atendimento presencial. Eles também são chamados de bancos virtuais ou bancos 100% online.


Desde a abertura de uma conta bancária até o esclarecimento de dúvidas, todas as necessidades dos clientes podem ser resolvidas por meio de um computador ou aplicativos. Sem fila, sem burocracia, sem precisar sair de casa.


São propostas novas - algumas ainda em processo de padronização - e buscam solucionar problemas como tarifas altas, falta de transparência, conflitos de interesse, entre outros.


O objetivo é ter mais agilidade no atendimento e, assim, atingir um maior número de consumidores.

Os principais serviços oferecidos pelo banco digital são:

Uma conta corrente digital sem taxas;

  • cartão de crédito, em muitos casos sem anuidade;
  • investimentos;
  • seguro;
  • consórcios.
  • empréstimos.

Qual é o melhor banco digital?

Como você verá abaixo, existem dezenas de opções quando se trata de banco digital.


Como a tarifa zero já se tornou uma realidade para os clientes dessas empresas, outros critérios influenciam na escolha. Os mais importantes:


Atendimento: O banco oferece um serviço que atenda às suas necessidades? Você prefere atendimento por telefone ou quer resolver tudo pelo chat? Existem alternativas para ambos os casos;

Tipos de pagamento: Em alguns bancos digitais, é possível registrar débito automático e comprovantes de pagamento de impostos, como IPVA, IPTU e DARF. No entanto, outros ainda não fornecem esses serviços;

Funcionalidade do aplicativo: Bancos que oferecem a melhor interface lideram na captação de clientes;

Parcerias e serviços adicionais: Existem bancos digitais que oferecem cashback na compra de produtos em lojas parceiras, que é o popular cashback.

Portanto, o melhor banco digital é aquele que oferece o melhor serviço que se adequa às suas necessidades.


Quais são os principais bancos digitais do Brasil?

eu respondo você

Foi fundada como Agiplan em 1999, no Rio Grande do Sul. A partir de 2010, especializou-se em empréstimos com desconto em folha de pagamento e, no ano seguinte, obteve autorização do Banco Central para constituir sua instituição financeira.


Em 2013, comecei a oferecer uma conta corrente e cartão de crédito com a bandeira MasterCard.


Com forte investimento em soluções de pagamento, o banco atingiu a marca de um milhão de clientes em 2018 e tem planos de abrir o capital.


Banco Inter

Com um aplicativo para realizar todas as transações, o Banco Inter é isento de taxas, inclusive para transferências e saques na rede 24 horas.


O diferencial é depositar com boleto, onde, para depositar um valor em sua conta, basta criar um boleto no próprio app e pagar em qualquer casa lotérica.


Possui cartões de crédito e débito internacionais sem custo adicional e também oferece os mesmos serviços para empresas, sendo mais uma alternativa para pequenas e médias empresas.



banco original

O Banco Original é uma das primeiras organizações a oferecer um serviço totalmente digital, com vários cartões disponíveis (com funções de crédito e débito) e um gerenciador financeiro embutido na conta.


No entanto, não é gratuito - a isenção de taxas ocorre apenas se o cliente investir 100 mil RRL com o banco.


Assim como o Neon, você precisa baixar o app do Banco Original para abrir sua conta.


C6 Bank

O C6 Bank é uma instituição fundada por ex-sócios do Banco BTG Pactual. Tem como foco clientes do segmento premium. Oferece conta digital, cartões de crédito e débito, empréstimos e investimentos, entre outros serviços bancários.



Mercado Pago

A plataforma de pagamento online do Mercado Livre, empresa conhecida por revender produtos digitalmente.


O serviço financeiro foi lançado em 2019 e oferece aos comerciantes máquinas de pagamento sem contato, empréstimos e cartões.


Neon

Para obter uma conta Neon, basta baixar o aplicativo em seu celular e seguir os passos indicados de forma simples e gratuita.


Não é necessária aprovação de crédito. A conta é ativada quando o cliente deposita os primeiros 25 reais.

A instituição oferece um cartão de débito internacional. Também oferece um aplicativo e serviços de gestão financeira para empresas (pessoas jurídicas), como alternativa para pequenos e microempreendedores (PMEs).


nubank

O Nubank é uma startup que foi criada em 2013 e inicialmente oferecia apenas cartão de crédito sem anuidade. A Fintech lançou sua conta digital no final de 2017, NuConta, e está a caminho de se tornar um banco.


Na sexta-feira, 11/09/2020, foi confirmada a compra do Easynvest pelo Nubank, marcando um grande passo para o maior banco digital do país.


A compra da Easynvest foi confirmada pelo Nubank na sexta-feira, 11/09/2020, marcando um grande passo para o maior banco digital do país.


Fundada em 2013 por Vélez, a brasileira Cristina Junqueira e o americano Edward Wible, a Roxinho aposta agora no mercado de investimentos em parceria com uma das maiores corretoras independentes do mercado.


A aquisição foi feita principalmente por meio de bolsas de valores, onde os acionistas da Easynvest recebiam parte dos ativos do Nubank e o restante seria pago em dinheiro.


A Magnetis é parceira da Easynvest desde 2015. Por meio da integração das duas plataformas, compramos e vendemos os ativos do seu portfólio, como fundos e títulos da Magnetis.


O acordo entre Nubank e Easynvest não altera o contrato que a Magnetis já tem com a corretora Easynvest. A aquisição da Easy pelo Nubank também precisará da aprovação dos órgãos reguladores responsáveis, como o Banco Central e o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).


Este ano, a Magnetis anunciou que lançará seu próprio DTVM para viabilizar as aplicações de seus clientes em um futuro próximo.



PagSeguro

A empresa, que começou como meio de pagamento eletrônico, tem como foco as micro e pequenas empresas (PMEs). Oferece conta digital e máquinas de cartão de crédito e débito.


Sofisa Direto

O grande diferencial do Sofisa Direto é a possibilidade de investir a partir de 1 RRL em qualquer tipo de aplicação de renda fixa oferecida pelo banco.


O Sofisa Direto oferece cartão de débito e até quatro saques gratuitos por mês na rede 24 horas.


Bancos digitais de grandes lojas

Os supermercados de hoje não oferecem folhetos, planos de parcelamento e nem mesmo cartões de crédito de marca própria.


No entanto, alguns também investem na prestação de outros serviços financeiros aos seus clientes. pagando!


Banco Renner

Fundado em 1981, o Banco Renner é especializado em crédito consignado e financiamento de veículos.


Em 2018, lançou o Soudigi+, conta digital que oferece cartões de crédito e débito, pagamentos, investimentos, sindicatos e seguros. O custo do pacote básico de serviços é de R$ 12,90 por mês.


Lojas Pernambucanas

A rede de lojas, que já possuía cartão de bandeira própria, lançou sua conta digital em 2019. Para abrir a conta, é preciso ir pessoalmente a uma das lojas e fazer o pedido.


A conta permite pagamentos e transferências e está vinculada a um cartão pré-pago.


Os saques podem ser feitos na rede Banco 24 Horas. No entanto, os próprios caixas da loja prestam o serviço, além de receberem os depósitos. O pacote básico de serviços custa R$ 4,99 por mês.


Cacau Show

A rede de chocolates Cacau Pay foi lançada em agosto de 2019. O objetivo é oferecer conta digital gratuita, transferência bancária, cartão de crédito e pagamentos.


Inicialmente, a plataforma de serviços financeiros focava em vendedores de marcas porta-a-porta. A ideia, porém, é expandir os serviços para franqueados e lojistas.

Bancos digitais de bancos tradicionais

Preocupados com a concorrência, os bancos tradicionais também passaram a oferecer algumas alternativas no ambiente virtual. É possível ver:


  • Banco Bari (versão digital do Banco Barigui, especializado em crédito com garantias de titularidade);
  • BB Digital (versão digital do Banco do Brasil);
  • BS2 (versão digital do anterior Banco Bonsucesso);
  • Conta corrente online (conta digital Itaú). No passado, o banco tinha uma conta digital gratuita chamada iConta. No entanto, foi descontinuado e substituído por uma versão paga;
  • Money Ex (uma iniciativa da Caixa Econômica Federal para criar um novo banco digital);
  • Next (Banco Digital Bradesco). O banco também tinha uma conta gratuita, a Digiconta, que também foi descontinuada;
  • Pag! (Iniciativa Digital do Grupo Avista);
  • SuperDigital (Conta Corrente Digital do Santander).

Shadow banks

Algumas instituições que prestam serviços bancários no Brasil não precisam de licença do Banco Central para operar. Esse tipo de sistema é conhecido mundialmente como shadow banking e é um importante veículo de inclusão financeira.


No Brasil, alguns exemplos de shadow banks são:

Avante: fintech  financeira que presta serviços a micro e pequenas empresas (PMEs), como microcrédito e máquina de cartão;

Banco Maré: Um banco digital voltado para pessoas que vivem em comunidades carentes no Brasil. Oferece cartão pré-pago e possui moeda própria, a Palafita, que é baseada na tecnologia Blockchain.

Quais são os maiores bancos digitais do mundo?

O papel dos bancos 100% online no Brasil não é apenas desestabilizar a concorrência. Confira as fintechs mais importantes do setor em todo o mundo aqui:


1 - N26 Bank

O banco alemão é o primeiro e maior do gênero na Europa. Assim, assim como o Nubank, nasceu como uma empresa de pagamentos e evoluiu para um banco. Em 2019, o N26 Bank anunciou sua expansão para os Estados Unidos e Brasil.


2 - Capital One

A American Capital One também nasceu como empresa de cartões de crédito e, com o tempo, tornou-se uma holding milionária.


Atualmente, é um dos 10 maiores bancos dos Estados Unidos, oferecendo serviços como empréstimos e uma conta básica de investimento (a chamada conta poupança).


3 - Neat

A Fintech em Hong Kong se concentra em pequenos empreendedores e start-ups. Ele permite contas em várias moedas e pagamentos internacionais sem problemas.


4 - Revolut

A fintech do Reino Unido ganhou status de unicórnio em 2018. Atualmente, está buscando uma licença bancária na Rússia e nos Estados Unidos.


Oferece a possibilidade de realizar transações em 24 moedas diferentes, incluindo criptomoedas. Por isso, é considerada uma das principais opções para os viajantes.


5 coisas que você deve saber sobre bancos digitais

1 - Ir a uma agência bancária não faz mais sentido

Quando foi a última vez que você teve que ir a uma agência bancária para fazer um depósito, transferência ou pagar contas?


A maioria das pessoas que tem uma conta bancária usa o banco online. Muitos também adotaram os aplicativos em seu dia a dia.


Substituir os bancos digitais por uma agência bancária física é uma tendência global. Um estudo do Goldman Sachs de 2015 mostrou que um terço dos jovens de 18 a 34 anos acham que não precisarão de um banco nos próximos cinco anos.


Metade desse grupo já vê as fintechs desbancando os bancos nos serviços mais utilizados.


2 - Um banco digital é diferente de um banco digital

Plataformas digitais e canais interativos não são suficientes para transformar uma instituição financeira em um banco virtual.


É necessário atender a requisitos específicos e, principalmente, prestar um serviço que dispensa totalmente a presença do cliente na agência bancária.

Caso contrário, pode ser considerado apenas um banco digital e não um banco digital.


Para distinguir os dois casos, Verappan destaca três características principais dos bancos digitais:


Processo não presencial: captura digital de documentos e informações de clientes e coleta de assinatura eletrônica;

Canais de atendimento 100% online: todos os contratos e consultas de produtos são feitos online ou por telefone;

Solução de problemas por meio de vários canais virtuais: você já teve que resolver um problema que começou com um telefonema e terminou com um e-mail ou mensagem do WhatsApp? Pois bem, essa realidade é muito comum nos bancos digitais.

3- Bancos digitais potencializam a inclusão bancária

Milhares de brasileiros ainda não têm conta bancária, nem mesmo conta poupança. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esse grupo de pessoas é de cerca de 55 milhões de pessoas.


O papel dos serviços financeiros desenvolvidos pelos bancos digitais é fundamental para reverter esse cenário.


Ao oferecer uma oferta mais prática e acessível, essas empresas podem potencializar a inclusão bancária, possibilitando o uso simplificado do dinheiro e o controle de renda, poupança e até investimentos.


Para projetos de alto impacto, a perspectiva é igualmente útil. Quem não tem conta bancária não tem, mas tem dinheiro. E isso não é pouco!


O IBGE calculou que essa população tinha uma renda anual de R$ 665 bilhões, o equivalente ao PIB do Chile, à época da pesquisa.


O Banco Digital da Maré, por exemplo, é um projeto que busca promover a inclusão no sistema financeiro dos moradores da comunidade da Maré, uma das maiores do Rio de Janeiro.


O serviço bancário é prestado por meio de um aplicativo que realiza transações bancárias, como pagamento de contas e transferência de dinheiro.


Apostando na tecnologia blockchain, o Banco Digital da Maré criou a moeda digital “palafita”, desenvolvida exclusivamente para uso na sociedade. Os usuários do serviço podem fazer compras no mercado local usando criptomoedas.


4 - Os bancos tradicionais estão investindo cada vez mais em serviços digitais

Os bancos convencionais estão investindo cada vez mais em inovação, pois já reconheceram que a transformação do sistema financeiro é inevitável.


A Pesquisa de Tecnologia Bancária 2018, realizada até fevereiro, revela que em 2017 o setor financeiro investiu R$ 19,5 bilhões em tecnologia. Esse valor representa um aumento de 5% em relação ao ano anterior.


Um elemento observado pela pesquisa foi o maior índice de adoção pelas agências digitais, com atendimento por chat, telefone, e-mail ou videoconferência. O número dessas agências triplicou em relação a 2016: o número de agências atingiu 373 em 2017, contra 101 no ano anterior.


Com a Revolut no setor financeiro, as instituições bancárias tradicionais estão criando seus próprios bancos digitais. Em 2017, por exemplo, o Banco do Brasil lançou o BB Digital e o Bradesco Next. Ambas são iniciativas que se enquadram no conceito de banco digital.


5 - Os bancos digitais já possuem milhões de clientes

O número de clientes de bancos digitais já cresceu muito no Brasil, apesar da notícia ser relativamente recente.


Um deles é o Banco Original, que foi criado em 2008 como Banco JBS. Em 2016, a Original iniciou suas operações como banco digital.


Outra organização que se destaca pelo número de clientes é o Banco Inter. Após atuar por 23 anos como Intermedium, mudou de nome em 2017 e lançou ações em bolsa em abril de 2018, tornando-se a primeira empresa de tecnologia financeira listada na Bolsa de Valores Brasileira, B3.

A maior vantagem dos bancos digitais é economizar tempo e dinheiro, afinal muitos serviços já são gratuitos. Assim, você pode economizar no uso dos serviços e ainda pode investir seu dinheiro por meio dessas plataformas.


Quer saber mais sobre a melhor estratégia para fazer seu dinheiro funcionar? Clique aqui para descobrir!


Como investir em um banco digital?

O mercado financeiro brasileiro é um dos mais desenvolvidos do mundo, mas a maioria da população não investe seu dinheiro. Justificada pela falta de educação financeira, costuma ser um investimento permanente na poupança – aplicação com baixo retorno, principalmente com taxas de juros historicamente baixas.


Para piorar a situação, não é incomum que os bancos ofereçam outros aplicativos com taxas exorbitantes e retornos baixos. Isso acontece em praticamente todos os fundos, previdência privada e CDBs de grandes bancos.


Isso sem falar nos corretores que muitas vezes propõem investimentos considerando exclusivamente a comissão de seus assessores, deixando de lado o retorno da carteira e os benefícios para o cliente.


Com o objetivo de revolucionar o mercado, a Magnetis é a primeira gestora de investimentos digitais do Brasil. Nossa equipe de especialistas desenvolveu algoritmos que analisam mais de 20.000 ativos de mercado e compilam o melhor portfólio de investimentos para você. Personalizado para seus objetivos, perfil e momento da vida.


Tudo isso a uma taxa única e transparente de 0,6% ao ano. Sem conflitos de interesse, brincadeiras, subtexto ou comissões. Invista no que importa e alcance seus objetivos.

Cartão de crédito para CNPJ: o que voce precisa saber

Entenda tudo sobre o cartão de crédito CNPJ

Um cartão de crédito CNPJ pode ser uma ótima ferramenta para um empreendedor. Conheça os benefícios de um cartão de visita e como ele funciona.

Um homem tem várias cartas na mão e escolhe seu CNPJ

 


Qual é o melhor cartão de crédito para um CNPJ? Como funciona um cartão de visita? Existe um cartão de crédito MEI? Quais são os benefícios de usá-lo no dia a dia? Se você quiser saber mais sobre cartões de crédito empresariais, este conteúdo fornecerá informações interessantes.


De acordo com uma pesquisa de “sobrevivência da empresa” divulgada pelo CEPRA (Serviço Brasileiro de Apoio às Pequenas e Microempresas) em junho de 2021, três em cada 10 microempreendedores individuais (MEIs) fecharam suas portas em cinco anos de atividade no Brasil.


Para respirar em momentos de maior dificuldade financeira e não arriscar a sobrevivência da empresa no mercado, em alguns casos um empreendedor autônomo pode usar o crédito a seu favor - e o cartão de crédito CNPJ é uma das ferramentas que podem ajudar empresas com seu controle financeiro.


Cartão de crédito CNPJ: o que é e como funciona?

Um cartão de crédito empresarial com CNPJ nada mais é do que um cartão co-branded, com limite de crédito definido pela instituição financeira e funciona na mesma lógica de um cartão pessoal. A diferença está em algumas das vantagens e facilidades associadas a ela, com o objetivo de ajudar um empresário a administrar sua empresa – claro, se forem bem aproveitadas.


Pagar a conta em dia e de preferência à vista também é importante para um cartão de crédito CNPJ. Afinal, quando o pagamento não é efetuado ou apenas parte da fatura é paga, os juros são aplicados e o usuário pode começar a complicar com o crédito rotativo.


 É importante esclarecer que um cartão de visita é diferente de um cartão corporativo. Enquanto um cartão de crédito da empresa é usado para compras comerciais, um cartão de crédito da empresa é usado pelos funcionários para despesas comerciais (que serão verificadas e pagas pela empresa, não pelos funcionários).


Quais são as vantagens de um cartão de crédito MEI?

Seja para o proprietário de uma pequena empresa individual (MEI) ou para o proprietário de uma empresa maior, um cartão de crédito comercial é uma ferramenta importante.


Uma das maiores vantagens de utilizar esse tipo de crédito é a possibilidade de adquirir produtos e serviços importantes para a gestão do negócio sem comprometer as finanças de toda a empresa, ter um prazo de pagamento maior e ainda aprender a controlar melhor as despesas do processo.


Em um país onde o empreendedorismo é uma realidade devido ao alto desemprego (são 13,7 milhões de desempregados, segundo o IBGE), ter um cartão de crédito MEI pode fazer toda a diferença para evitar a falência precoce dessas empresas. um trabalho.


Confira os principais benefícios de um cartão de visita, especialmente para MEI:


1. Separação de despesas individuais de pessoas jurídicas

Um erro muito comum que os pequenos empresários cometem é usar o cartão de crédito pessoal para as despesas da empresa. Além de confundir tudo e não ter uma visão clara do que é uma despesa material e do que é uma despesa legal, os custos desse hábito podem ser ainda mais caros. Isso porque, com um cartão exclusivo para o seu negócio, você pode contar com muito mais taxas de juros do que as oferecidas no crédito pessoal.


2. Termos e prêmios

Há um longo caminho entre a compra da matéria-prima, a transformação em produto, a venda e o retorno financeiro com lucro para o empresário. Portanto, um prazo maior para ressarcimento das despesas comerciais contribui muito para a saúde financeira da empresa.


Nesse caso, parcelar algumas compras com cartão de crédito empresarial (sempre com controle e planejamento) pode ajudar, pois mitiga o impacto das despesas no fluxo de caixa da empresa.

3. Controle de despesas e regulação financeira

Um cartão de crédito é uma forma simples de concentrar todas essas despesas da empresa em um só lugar.


Ao fornecer uma fatura mensal com todas as despesas, ele organiza e dá visibilidade a tudo que sai do seu caixa, com o benefício de pagar várias despesas em uma única conta, eliminando cupons soltos. Isso por si só já contribuiu para a melhoria da organização financeira da empresa.


4. Segurança

Usar um cartão de crédito comercial também é mais seguro. Impede que o empresário ande com dinheiro físico na rua e permite que o usuário se familiarize com toda e qualquer transação realizada com seu cartão.


Isso porque os bancos costumam notificar os usuários sempre que há alguma atividade suspeita em seu cartão (como compras de valores maiores ou em locais e áreas onde não costumam ser frequentes).


Qual é o melhor cartão de crédito para um CNPJ?

Apesar dos benefícios gerais que todos os cartões de visita incluem, cada instituição financeira tem diferentes serviços e benefícios associados ao seu produto.


Existem muitos cartões de crédito PJ disponíveis no mercado, com diferentes bandeiras, que são isentos de anuidade ou que cobram taxas, que oferecem benefícios como programa de milhagem ou que são mais simples. Há também aqueles para empresas maiores e empresas específicas para empresas menores.


Para saber qual o melhor cartão de crédito CNPJ, é fundamental avaliar qual oferece o melhor atendimento e benefícios para o perfil da sua empresa. Para isso, você deve levar em conta o volume e o perfil dos gastos do seu negócio.


Caso sua empresa tenha um grande faturamento mensal, pode ser interessante apostar em um cartão mais completo, mesmo que haja cobrança de taxa operacional. Se o seu tráfego for menor, um cartão mais simples, sem anuidade, pode caber melhor no seu orçamento.


Uma coisa é certa: um cartão de visita pode ser seu aliado. Vale a pena pesquisar e encontrar o que funciona melhor para o seu negócio. Confira abaixo como solicitar e encontrar o melhor cartão de crédito CNPJ.



Cartão de crédito empresarial ou individual: como solicitar?

Você pode fazer um cartão de crédito com o CNPJ em muitas instituições financeiras, mas, como toda decisão de dinheiro, o cartão deve ser escolhido com cuidado. O ideal é nunca alugar um cartão sem olhar e comparar pelo menos duas outras opções.


A mesma regra também se aplica aos cartões de crédito individuais. Se você ainda é daqueles que confunde contas pessoais com finanças da empresa e está procurando um cartão de crédito pessoal, a Serasa tem uma forma de te ajudar: o Serasa eCred.


Na plataforma você encontra diversas ofertas de empréstimos e cartões de crédito com base no seu perfil e necessidades financeiras e compara as condições oferecidas por dezenas de instituições financeiras com apenas uma simulação. Veja como é simples:


1. Acesso ao Serasa eCred

Acesse o site Serasa eCred ou o aplicativo Serasa disponível no Google Play e na App Store, e insira seu número de CPF e senha. Se você ainda não tem cadastro, pode se cadastrar imediatamente. É rápido e você não paga nada por isso.


2. Preencha seu perfil

Quando terminar de fazer login, você poderá atualizar seu perfil. Não se esqueça de fornecer todos os dados necessários. Isso ajudará a Serasa a encontrar as melhores alternativas de crédito para você.


3. Faça uma simulação

Selecione a opção "Solicitar Cartão". O Serasa eCred buscará ofertas para o seu perfil de instituições financeiras parceiras.


4. Verifique e compare as opções

Confira as opções de cartão de crédito recomendadas para você. Na tela, além dos nomes dos cartões, aparecerão o limite disponível, informações sobre parcelamento e conveniência. Para saber mais sobre cada opção, basta clicar em Detalhes da oferta.


5. Escolha seu cartão de crédito e conclua o contrato

Depois de avaliar as opções disponíveis, é hora de escolher a carta que achar mais interessante. Mas, atenção: todas as ofertas são para pessoas físicas. Clique em "Solicitar" e rescinda o contrato facilmente e em poucos minutos.


Agora que você já sabe tudo sobre o cartão de crédito CNPJ,




Next Post Previous Post
No Comment
Add Comment
comment url