Google drive cheio Como resolver.







10 dicas para obter um visto de estudante sem estresse: Estudar no exterior





 10 dicas para obter um visto de estudante sem estresse

Estudar no exterior



Os alunos devem estar preparados para a entrevista e possuir todos os documentos exigidos pelos Consulados.



Uma das partes estressantes de estudar no exterior é, claro, solicitar um visto - afinal, essa é a resposta que vai determinar o seu destino! Porém, se você possui todos os documentos necessários e sabe como funciona o aplicativo, não haverá dificuldades, principalmente se você já ingressou em uma instituição de ensino e já está no exterior. Então suas chances são quase garantidas!


Queremos que o seu dia de entrevista no Consulado seja tranquilo e sem estresse. Portanto, temos 10 dicas que você pode implementar e se sentir seguro ao solicitar um visto!


1. Não corra o risco de ficar sem visto: marque uma consulta com antecedência.

Alguns países têm uma lista de espera para uma entrevista para solicitar um visto. Depois de receber o passaporte, levará algum tempo para enviá-lo de volta para casa. Isso pode ser um "problema" se você já tem uma data de início para seus estudos e já comprou seus ingressos.


Verifique o site de horários regularmente, antes mesmo de receber uma resposta da universidade. Envie sua inscrição com antecedência, deixando tempo suficiente entre a entrevista e a viagem ao exterior.


2. Suas relações com o Brasil.

Todo estrangeiro é considerado um potencial imigrante ilegal - alguém que tem interesse em permanecer ilegalmente no país após o vencimento do visto, seja para turismo, estudo ou qualquer outra pessoa com prazo de validade - até prova em contrário.


Para convencer o funcionário consular da sua sinceridade de intenções, você precisará de qualquer documento que comprove os motivos do seu retorno ao Brasil após o término dos estudos. Seus motivos devem ser mais fortes do que os motivos para permanecer nos Estados Unidos.




Suas "conexões brasileiras" podem ser as seguintes:


Trabalho permanente: apresentar um cartão de visita, trazer uma carta escrita e assinada do empregador, etc.

Termos financeiros: imposto de renda, extratos bancários dos últimos três meses e salários e folha de pagamento de seus pais ou responsável (geralmente da pessoa que pagará pelos seus estudos no exterior).

Propriedade em seu nome ou no de sua família: propriedade existente ou escritura de propriedade de terra, escritura de carro, etc.

Cursos atuais: Se você está estudando em uma instituição de ensino no Brasil, traga o comprovante de matrícula;

Transcrições: Se você acabou de se formar ou está prestes a se formar no ensino médio, leve um boletim informativo mostrando sua média (especialmente se você se sair bem).

Se você já comprou os ingressos, leve-os com você, principalmente devolva-os.

Às vezes, o oficial pode não pedir para ver esses documentos. Cada pessoa enfrenta diferentes situações na entrevista, por isso é impossível prever como será. Além disso, não há documento ou resposta formada para garantir o visto, por isso é melhor preparar tudo o que você pode apresentar neste momento.


3. inglês

A entrevista do Consulado será em inglês (ou na língua oficial do país se você escolher um destino diferente do inglês). Além das pontuações dos testes oficiais de inglês, como IELTS e TOEFL (as mesmas pontuações usadas para admissão em uma universidade estrangeira), esteja preparado para fornecer suas respostas em inglês. Pratique falar com alguém que fala fluentemente e pode corrigir seus erros.


...


Se você está fazendo um curso de inglês, certifique-se de explicar por que o idioma é importante para você quando voltar ao Brasil.


4. Fale sobre você

Mesmo que alguém da sua família o acompanhe ao consulado, vá você mesmo até a janela durante a entrevista. O funcionário consular deseja saber sobre você, não seu pai, mãe ou tutor. A falta de vontade de falar por si mesmo cria uma impressão negativa em uma pessoa que não está pronta para ir para o exterior por conta própria.


Se você for menor de idade e precisar que seus pais respondam a algumas perguntas, como finanças ou quem será seu tutor no país, eles devem esperar (ou se) receberem uma ligação.


5. Entenda por que você quer estudar no exterior (e prepare as respostas)

Você deve ser capaz de expressar em inglês suas razões para querer estudar o curso escolhido na universidade e no país escolhido. Portanto, primeiro leia tudo o que puder sobre sua instituição, o que ela oferece aos estudantes internacionais e o que a destaca da multidão. Em seguida, pense nas razões para estudar o campo escolhido; E, finalmente, por que neste país em particular, e não em nenhum outro.


Crie respostas para estas perguntas:


Por que você escolheu esta escola / universidade em particular?

Por que você decidiu estudar [sua área de estudo]? E por que exatamente essa tendência de estudar nesta universidade?

O que os Estados Unidos (ou qualquer outro país) oferecem para seus planos acadêmicos e de carreira?

Como esta universidade o ajudará a alcançar seus objetivos futuros?

Por que você decidiu fazer esse curso no Brasil?

O que você pode oferecer para a universidade? Por que você acha que ela escolheu você?

6. Seja breve

As entrevistas geralmente são muito curtas, de apenas dois a três minutos. Devido ao grande volume de pedidos, os administradores precisam conduzir uma conversa com rapidez e eficiência. Isso significa que você precisará trabalhar com as muitas perguntas que serão feitas e ele tomará uma decisão com base em suas primeiras impressões de você. Não é nada justo, mas é assim que o sistema funciona na maioria dos países onde é necessária uma entrevista para obter um visto de estudante.


Seja curto e específico em suas respostas. Tente não bater no mato!


7. Traduções

Uma regra é levar para a entrevista todos os documentos que foram usados ​​para o processo de seleção no exterior - por exemplo, uma carta de motivação, cartas de recomendação, desempenho acadêmico, resultado de teste de língua inglesa, pedido de apoio financeiro, documento confirmando seu aceitação da fronteira (carta com confirmação do registro da oferta), etc.


No caso dos Estados Unidos, por exemplo, a instituição deve emitir um documento denominado Formulário I-20, que deve ser levado ao consulado com o comprovante de pagamento da taxa SEVIS I-901 para estudantes internacionais.

Outra coisa importante é levar todas as traduções oficiais desses documentos com você. Provavelmente, você já os enviou para admissão. Porém, caso não o possua, é recomendável verificar a tradução obrigatória desses documentos para a entrevista.


8. Estudar é sua prioridade

Embora muitos países permitam que você trabalhe com um visto de estudante (por exemplo, Austrália, Nova Zelândia, Irlanda), e embora este seja um dos principais motivos para viajar, durante a entrevista consular, estudar deve ser sua primeira motivação. uma!


Isso é ainda mais sério se o país para o qual você vai tiver regulamentações mais rígidas em relação ao trabalho durante os estudos, por exemplo, nos Estados Unidos e no Reino Unido. Concentre suas respostas em seu ciclo.


9. Positividade e calma.

Sorria durante a entrevista. Parece bobo, mas lembre-se de que as primeiras impressões estão em jogo. Seja educado, não se defenda e não discuta com o funcionário consular sobre nada. Forneça documentos para apoiar suas respostas, se necessário. Se possível, termine suas respostas com "Senhor" ou "Senhora" (Senhor e Senhora).


E acima de tudo, fique calmo!


Ninguém gosta de investigar este caso, mas se o seu visto for recusado, pergunte educadamente que documentos eles sugerem que você tem para a sua próxima tentativa. Isso ajudará você a entender os motivos da recusa do visto.


10. Recolher

Verifique o valor da taxa no consulado. Em alguns países, se permitido, o aluno deve pagar uma taxa de visto antes de deixar o consulado, bem como a Sedex se preferir enviar o passaporte pelo correio.


Você sabe quais métodos de pagamento são aceitos - dinheiro e / ou cartão? - E não se esqueça de especificar o valor correto da viagem no consulado.


Vistos de estudante para cada país:

Estaremos escrevendo artigos explicando o processo de solicitação de visto de estudante para vários países em breve:


  • Visto de estudante para a Alemanha
  • Visto de estudante para a Austrália
  • Visto de estudante para a China
  • Visto de estudante da Coreia do Sul
  • Visto de estudante para a França
  • Visto de estudante para a Irlanda
  • Visto de estudante Portugal
  • Visto de estudante para a Itália
  • Visto de estudante para a Nova Zelândia
  • Visto de estudante para a Suécia
  • Visto de estudante para o Canadá
  • Visto de estudante para o Japão
  • Visto de estudante americano
  • Visto de estudante no Reino Unido










Postar um comentário











© Ver e Fazer. All rights reserved. Developed by Jago Desain