Site de ideias criativas

Pix: Tudo que você precisa saber (A maneira mais fácil de receber e transferir dinheiro)


Confira esse Pix: Tudo que você precisa saber (A maneira mais fácil de receber e transferir dinheiro) para fazer em casa



 Pix: Tudo que você precisa saber (A maneira mais fácil de receber e transferir dinheiro)



Não sabe como usar o Pix? Seus problemas foram resolvidos porque eu abordei tudo o que você precisa saber sobre a nova forma de enviar e receber dinheiro nesta postagem.



Quem nunca teve que receber dinheiro tarde da noite e ver a mensagem “Atendimento disponível de segunda a sexta 8h00 às 19h00” ou mesmo atendimento solicitado nos finais de semana.


Só quem já passou por essa situação vai ver que o pixel estava entre os melhores de 2020. Não ganho dinheiro com anúncios, mas como uso muito, quero compartilhar com vocês.


Pix é um novo mecanismo de transferência bancária estabelecido pelo Banco Central. Este novo sistema opera 24 horas por dia, 7 dias por semana, o que significa que você pode enviar e receber a qualquer momento para qualquer banco.


Além disso, a transferência é instantânea, durando minutos e até segundos. O serviço é gratuito (na maioria dos bancos) e muito fácil de usar.


Como faço para registrar uma chave Pix?


Talvez você deva usar um banco digital ou uma plataforma online onde você cuidará do seu dinheiro. Seja Nubank, Santander, Inter, Caixa, etc ... Você deve ter uma conta no aplicativo deles, pois todo o seu tráfego Pix está na web.


Vá até a sua conta bancária no seu celular e procure a opção “Cadastrar Pix Keys”.

Escolha o número de chaves que deseja registrar em seu banco. Você tem até 4 (CPF / CNPJ, celular, e-mail, chave aleatória). Registrei um em cada banco que uso.

Você escolheu uma chave, basta se inscrever. Ao postar algumas das informações que serão solicitadas, preste muita atenção a esta parte.

pronto.

Se você quiser enviar um Pix, peça à pessoa que deseja enviar para obter a chave. Ele enviará a chave cadastrada (CPF / CNPJ, número do celular, endereço de e-mail ou chave aleatória). Selecione a opção Enviar Pix, digite a chave pessoal, confirme e você estará pronto para enviar rapidamente. Observe, não digite o texto errado!

Depois de receber Pix, você transfere a chave cadastrada, e pronto, você vai recebê-la. Ele ainda tem uma opção de código QR.

Preocupação importante

É muito importante sempre dar uma boa olhada nos dados antes de fazer a transferência porque, como mencionado anteriormente, é muito rápido.


Recomenda-se registrar apenas uma chave no banco. Desta forma, você não ficará confuso ao receber pagamentos.


Enfim, é um sistema muito seguro e recomendo fortemente pela facilidade e liberdade de transferir seus fundos a qualquer momento.


Continue lendo e descubra tudo sobre PIX


Tudo sobre o PIX: entendendo como funciona o novo sistema de pagamentos do banco central

O sistema estará totalmente operacional em todas as instituições no dia 16 de novembro e estará disponível para todos os cidadãos registrados do país.



Em meados de fevereiro, o Banco Central (BC) anunciou o Pix, um novo sistema de pagamentos instantâneos que deve mudar a forma como são feitos os repasses e os pagamentos no país.


O lançamento do Pix, que prometia ser rápido, barato, moderno e acessível a toda a população, teve efeitos enormes. Esperava-se que uma das maiores inovações no setor bancário das últimas décadas despertasse ceticismo, além de uma novidade.


Mas, no final das contas, como o novo sistema funcionará para mudar a maneira como conduzimos nossas transações monetárias?


Veja um guia completo Pix que contém tudo o que já se sabe no momento. Confira abaixo.


  • O que é Pix
  • O que mudou no Pix
  • O que são as chaves Pix
  • Como funciona o registro?
  • Vantagens
  • Perguntas e respostas - perguntas essenciais


O que é Pix?

Pix é um novo sistema de pagamento instantâneo criado pelo Banco Central. Sua proposta é tornar os pagamentos mais seguros, competitivos e rápidos.


Em termos práticos, entre as suas diversas funções, permite transferências e pagamentos em dez segundos, sendo que estas transações podem ocorrer 24 horas por dia, todos os dias do ano, incluindo fins-de-semana e feriados.


Também permite transferências simplesmente ligando para o número do telemóvel ou CPF da pessoa que irá receber o valor, dispensando a introdução de todos os dados da conta.


Pix também poderá pagar lojas, restaurantes e outros negócios em tempo real, bem como pagar contas de serviços públicos e até coletar impostos.

 

O que vai mudar com Pix?

A principal vantagem do Pix é sua instantaneidade. Se um TED ou DOC pode demorar horas ou até dias, dependendo do tempo, com Pix, o movimento financeiro será imediato. Em dez segundos, o destinatário terá os fundos em sua conta.


Pix também mudará os fluxos de pagamento em geral. Hoje, o pagamento eletrônico requer uma conta de origem e uma conta de destino, bem como o emissor do cartão (o banco), o comprador (o dono do dispositivo), a marca do cartão e o processador (que conecta todos os intermediários). ...


Com Pix, você não precisa mais de intermediários entre contas. Da conta de origem, os fundos vão diretamente para a conta de destino - em segundos.


Assim, com o advento do Pix, não importará qual a forma de pagamento, mas se a conta utilizada pelo cliente está integrada ao Pix. João Bragança, Diretor Sênior da Roland Berger, uma empresa de consultoria em pagamentos, diz ...


Em termos práticos, isso significa que ninguém mais quer saber se sua conta pertence ao Banco X ou Y para fazer uma transferência, ou sinalizar um cartão no momento da compra de um produto.

 

Quais são as Chaves Pix disponível?

As chaves nada mais são do que uma forma de identificar um usuário no ecossistema Pix. Ele serve como o endereço da sua conta no novo sistema, ou o "alias" da conta, conforme definido pelo BC.


A chave Pix pode ser: CPF / CNPJ, celular, e-mail ou chave aleatória, que é um código alfanumérico (composto por números e letras) gerado pelo sistema. Esta é a chave que permitirá a qualquer pessoa que efetue um pagamento através do Pix transferir dinheiro para a conta de outra pessoa simplesmente ligando para o seu telemóvel ou número de CPF.


Ao inserir a chave, o sistema já saberá para qual conta o dinheiro deve ser enviado. Não será mais necessário informar banco, agência, número de conta, CPF e outros dados, porque hoje funciona, por exemplo, com TED.

Cada indivíduo pode ter até cinco chaves por conta própria, e cada entidade legal pode ter até 20 chaves, também por conta.


A mesma chave não pode ser simplesmente duplicada para contas diferentes, pois o código funcionará como endereço de entrega dos valores, o sistema não especifica para qual conta o valor será transferido.


Se essas condições forem atendidas, uma pessoa pode ter 15 chaves, por exemplo, em contas com três bancos diferentes.


Como funciona o registro?

Para se registrar, tanto os indivíduos quanto as empresas precisam ter uma conta transacional (corrente, poupança ou pagamento) com um provedor de serviços financeiros, como um banco, fintech ou plataforma de pagamento.


O cadastro ocorrerá em canais bancários especiais, onde o usuário possui conta, por exemplo, em um banco na Internet ou em um aplicativo. O cliente deve informar à sua instituição financeira a chave Pix que deseja utilizar para o registro.


Após selecionar a chave e concordar com o cadastro, a instituição financeira envia as informações do cliente ao BC para realizar o cadastro em seu sistema. Assim, bancos, fintechs e outras instituições financeiras serão intermediários entre a casa de apostas e o consumidor final.


Para registrar uma chave e começar a usar o Pix, basta pesquisar a seção "Pix" do seu banco ou aplicativo de banco online. Os regulamentos da Colúmbia Britânica exigem que todas as instituições financeiras participantes exibam a nova opção em seu menu de plataforma.


Mas desde que o registro começou em 5 de outubro, a grande maioria das organizações também enviou notificações lembrando os usuários de se inscreverem.


Vantagens

Segundo o BC, Pix promete aumentar a agilidade de pagamentos e repasses; Tem a capacidade de melhorar a competitividade e eficiência do mercado; E deve reduzir os custos de transação porque é quase 100% gratuito para pessoas físicas (com algumas exceções, veja abaixo) e deve ter taxas mais baixas para empresas.


De acordo com o Banco Central, outros benefícios podem incluir: maior segurança e melhor atendimento ao cliente. E aumentar o acesso aos serviços financeiros para quem não faz negócios com bancos, pois não é necessário ter conta em banco para usar o sistema.


Com uma conta digital ou plataforma de pagamento (como Mercado Pago ou Pic Pay) que exige menos papelada e burocracia que os bancos, os pagamentos agora podem ser feitos através do Pix.


Ainda tem dúvidas? Verifique o FAQ de nossos leitores para obter mais informações sobre como Pix funciona.


Perguntas e respostas - perguntas essenciais

Quando vai começar?

De 3 a 15 de novembro é marcado pelo que o BC chamou de abertura simples, com a Pix começando a lidar com transações reais e valores, mas para um número limitado de clientes selecionados por instituições financeiras aprovadas. O sistema estará totalmente operacional em todas as instituições no dia 16 de novembro e estará disponível para todos os cidadãos registrados do país.


O que significa pix?

Esta palavra não é realmente um acrônimo. Segundo o BC, a marca Pix é baseada em uma combinação de três conceitos: tecnologia, transações financeiras e pixels (sendo este último a unidade de representação visual).


O nome na verdade começa com as iniciais "pagamentos instantâneos", mas BC explicou que o "x" vem de uma variável matemática que representa qualquer número. Portanto, no Pix, o 'x' representa os vários usos do sistema, como pagamentos entre pessoas, entre empresas, governo, comércio eletrônico, etc.

O registro é obrigatório?

O registro na Pix não é necessário para pessoas físicas ou jurídicas não financeiras. Mas todas as instituições financeiras com mais de 500.000 clientes foram forçadas pelo BC a implementar o sistema e a oferecê-lo a seus clientes como uma opção. De qualquer forma, o registro pelo BC é recomendado, pois o objetivo é popularizar amplamente o sistema e as pessoas e empresas que não se cadastrarem serão excluídas dos serviços utilizados por grande parte da população.


O que acontece se outra pessoa tentar usar minha chave Pix?

Se a chave Pix estiver cadastrada no sistema, sempre que um terceiro tentar utilizá-la, haverá um procedimento de verificação de identidade.


No caso de telefones celulares, é impossível registrar o número de alguém como uma chave Pix sem um dispositivo de verificação em mãos. Isso porque o sistema requer autenticação de dois fatores: ao tentar cadastrar um celular no Pix, além da senha do aplicativo bancário, o usuário deverá informar o código recebido por SMS no aparelho a ele associado. número.


No caso do e-mail, o processo é semelhante: se o criminoso tentar cadastrar um endereço de e-mail já cadastrado no sistema, o dono do e-mail receberá uma mensagem na solicitação de sua instituição financeira, e é assim que o sistema funciona. Certifique-se de usar a chave.


Nessa mensagem, o usuário será informado de que seu endereço de e-mail está sendo usado para registrar outra conta e será solicitado a confirmar a alteração da chave da conta atual para uma conta de terceiro (que pode ser o culpado). Para evitar a liberação, basta não autorizar esta ação recusando a confirmação na própria mensagem.


A ideia é a mesma para uma chave aleatória. Se o invasor obtiver acesso a esses dados e tentar acessá-los em sua conta, a vítima com essa chave receberá uma mensagem no aplicativo do banco de que outra pessoa está tentando registrar a chave. Para evitar isso, simplesmente não confirme esta entrada.


Por fim, o infrator não pode registrar o CPF da vítima em sua conta, pois cada conta permite a vinculação de apenas um CPF. Portanto, não é possível substituir ou adicionar um novo CPF. Além disso, ao cadastrar um CPF como chave, o usuário nem precisa digitar nada, o número do CPF é informado pelo próprio banco - sem permitir nenhuma alteração. Ou seja, apenas o CPF do titular da conta pode ser registrado como uma chave Pix, o que impede o agressor de registrar os dados dessa outra pessoa em sua conta e alocar os valores enviados à vítima.


Alguns clientes já relataram problemas ao perceber que sua chave Pix, como um celular ou CPF, estava cadastrada em um banco ou outra instituição sem a devida autorização. Mas saiba, essa prática é proibida. Para se inscrever, é necessário dar consentimento ao banco ou a qualquer outro agente financeiro de acordo com as regras estabelecidas pela casa de apostas.


Existe um procedimento a seguir em caso de fraude?

No momento, ainda não há regulamentação definindo quem deve ser responsabilizado em casos de fraude, se é: um agente financeiro direto que entra em contato com o BC, por exemplo, um banco; indireta, que participa da Pix por meio da infraestrutura de um participante direto, como um vendedor; ou o próprio BC.


O BC ainda não esclareceu todos os detalhes sobre o que acontece se alguém usar indevidamente os dados de outra pessoa, mas se comprometeu a esclarecer os procedimentos antes de lançar o sistema.


O que será possível com o surgimento do sistema, segundo o BC, é a possibilidade de a instituição atrasar o pagamento em 30 minutos (dia) ou uma hora (noite) caso seja detectada alguma suspeita de fraude ou falha. Assim, em caso de transação anormal do perfil do cliente, o banco pode pausar a transação nesse período para análise. Se você entender que isso é um golpe, nenhuma transação será realizada.


Preciso baixar um aplicativo para usar o Pix?

Você não precisa baixar um aplicativo dedicado para usar o Pix. Todas as pessoas poderão utilizar o novo sistema diretamente pelos canais oficiais das instituições financeiras. Pix aparecerá como mais uma opção no aplicativo ou no menu do banco online da organização onde você possui uma conta.


Pix só funciona para pessoas com conta em banco?

Não. Para enviar e receber Pix, você deve ter uma conta em uma das instituições financeiras participantes. Podem ser: bancos tradicionais como Itaú e Bradesco; bancos digitais como Nubank ou Banco Inter; Plataformas de pagamento como MercadoPago ou PicPay; E até uma varejista como o Magazine Luiza.


Posso obter Pix se não estiver cadastrado no sistema e não tiver uma chave?

Sim, mas você deve ter uma conta na organização oferecida pela Pix. E para obter o Pix sem se cadastrar no sistema, portanto, sem a chave Pix, o destinatário deve fornecer todos os dados da conta, como acontece no TED ou DOC, com conta corrente, CPF, agência, etc.


Sem uma chave Pix registrada, também é impossível emitir um código QR para receber pagamentos (para mais detalhes sobre um código QR, veja abaixo).


A chave torna a identificação do destinatário mais conveniente e rápida, mas a tecnologia que encapsula Pix e o torna instantâneo não depende dessa chave para operar.


Assim, independentemente de o destinatário possuir ou não uma chave cadastrada, caso o pagador efetue uma transferência através do Pix, o valor será creditado na conta do destinatário em dez segundos.


Posso fazer pagamentos e transferências com Pix sem uma chave registrada?

Sim com certeza. Para pagar com código QR ou transferir com Pix, a conta deve estar no banco ou entidade que oferece Pix. A chave é usada para selecionar mais rapidamente um endereço de entrega de valor.


Quando você paga uma fatura com Pix, o pagamento ou transferência ocorre em dez segundos - independentemente de o usuário receptor ter uma chave cadastrada ou não.


Ou seja, se você tem uma conta bancária com mais de 500.000 contas e, portanto, precisa se associar ao Pix, você pode escolher "Pix" em vez de "TED" ou "DOC" ao fazer uma transferência para transferir seu dinheiro para uma pessoa e depois para outra . Mesmo que você nunca seja assinante do Pix. A tecnologia estará disponível - e o mesmo vale para o código QR.


Assim, não importa mais qual método de pagamento será utilizado, mas apenas se a conta que o usuário está utilizando estiver integrada ao Pix.


Eu só tenho uma conta poupança: Posso usar Pix?

Sim com certeza. O Pix trabalha com qualquer tipo de conta de transação, ou seja, contas que permitem o envio e recebimento de dinheiro e poupança que atendam a essa classificação.


Quais instituições financeiras oferecem Pix?

Todas as organizações com mais de 500.000 contas ativas devem ser registradas no Pix. São bancos, empresas de fintech e instituições de pagamento (como Mercado Pago ou Pic Pay). Fazem parte desse grupo cerca de 30 empresas, que respondem por quase 90% das transações financeiras do país. Outras instituições têm membros alternativos.

No entanto, muitas outras instituições financeiras menores optaram por participar do sistema de sua escolha.


Posso me cadastrar em mais de um banco?

Sim com certeza. Para usar o Pix, as pessoas podem se registrar em mais de um banco, empresa fintech ou qualquer instituição financeira. No entanto, eles não podem duplicar chaves já registradas com outras contas.


Por exemplo, se um usuário cadastrou um celular como chave Pix no Banco A, ele não pode usar o mesmo número que uma chave no Banco B. Por outro lado, ele pode cadastrar um número de CPF ou um e-mail que ainda não é registrado como chaves para o banco b ...


Como eu uso o Pix?

Os consumidores poderão usar o Pix para transferências ou pagamentos entre indivíduos, entre empresas, entre pessoas e empresas, entre pessoas e governos e entre empresas e governos.


Essas transações podem ocorrer de três maneiras principais:


a) Chaves de pixel: com uma chave cadastrada, você pode fazer e receber transferências no novo sistema;


b) QR Code: Ao escanear um código, que pode ser estático (gerado para uma única transação) ou dinâmico (gerado para múltiplas transações), o usuário pode adquirir produtos ou pagar contas (veja abaixo);


c) NFC (Near Field Communication): Os pagamentos podem ser feitos usando tecnologias que permitem a troca de informações em aprox. No entanto, esta opção não será ativada na inicialização do sistema. Este recurso será posteriormente desenvolvido pelo BC em cooperação com instituições financeiras.


Como Pix vai trabalhar com meu banco?

Não existem instruções passo a passo padronizadas para todas as instituições, portanto os clientes do Bradesco podem perceber que o fluxo de utilização do Pix é um pouco diferente dos clientes do Nubank ou do Itaú, por exemplo.


O Banco Central estabeleceu alguns requisitos mínimos, mas cada instituição pode personalizar a coordenação ao seu gosto.


No entanto, as diretrizes do BC para os bancos são de que o sistema deve ser fácil de usar. Por exemplo, uma regra é que a opção Pix apareça em aplicativos corporativos com a mesma visibilidade do TED, DOC ou outros serviços, para que os usuários possam encontrar o caminho rapidamente.


O que é um código QR?

Um código QR ("Código de Resposta Rápida" ou "Código de Resposta Rápida") é um código de barras bidimensional - aquele pequeno quadrado que se tornou conhecido durante o período de isolamento.


Normalmente, para utilizá-lo, o usuário simplesmente abre a câmera do smartphone e faz a leitura de um código que será enviado ao destino final, que pode ser, por exemplo, um site, uma foto ou o cardápio de um restaurante.

No caso do Pix, o usuário precisará entrar no aplicativo da instituição financeira, tocar na opção "Pix", selecionar a opção "QR Code" e usar a câmera do smartphone para escanear o código do quadrado para fazer o pagamento (ver abaixo para mais detalhes). ...


Como funciona um código QR disponível no Pix?

No Pix, os códigos QR são divididos em dois tipos: estáticos e dinâmicos.


Código QR fixo


Um código QR fixo é emitido apenas uma vez e pode ser usado para várias transações. Ele pode ter um valor fixo ou pode ser emitido com um campo de valor aberto para que o pagador possa inserir o valor após a digitalização do código - assim como em aplicativos de entrega de pagamento como iFood e Rappi.


Este modelo deve ser usado mais por proprietários de pequenas empresas (MEI), pequenas empresas e indivíduos. Na maioria das vezes, eles podem ser encontrados impressos e exibidos em lojas de varejo, como lojas de departamentos.


Código QR Dinâmico


Um código QR dinâmico é exclusivo para cada transação e contém informações adicionais. Cada vez que a empresa emite um código QR dinamicamente, ela faz apenas um pagamento. Além disso, é possível incluir informações agregadas como multas, juros, prazo de validade e uma URL que redireciona o usuário para a nota fiscal, entre outras.


Ao consultar este formulário, o cliente final encontrará um valor pré-determinado a pagar. Esse tipo de código QR é usado nas contas de luz e água e é um formulário que deve ser criado, por exemplo, quando um cliente faz um pagamento em uma loja online.


Do ponto de vista do pagador, não importa o tipo de código QR utilizado, você só precisa digitalizá-lo e efetuar o pagamento. O comprador não escolhe quem vai utilizar e quem decide ser o destinatário do valor (lojista, empresa e até mesmo pessoas físicas).


Como converter com Pix?

Para fazer uma transferência, você precisa acessar o aplicativo do seu banco que já está em uso hoje e selecionar a opção Pix - como é hoje para um procedimento TED.


Por exemplo: João vai transferir 50 riais para Renate. Ele entra no aplicativo do banco na guia Transferências, escolhe a opção Pix, informa que tipo de chave Renata está usando, como o celular, e depois digita o número do telefone. Portanto, o valor é enviado para a conta associada a essa chave.


Você não precisará mais relatar a agência, DSP e outros dados, como em outras traduções.


O BC estabeleceu alguns requisitos mínimos de como traduzir, mas cada instituição financeira poderá apresentar o recurso em sua aplicação da maneira que achar mais adequada, com mais ou menos medidas e medidas de segurança. Somente após o lançamento será possível detalhar como será esse processo na prática para cada agente financeiro.


Como faço para pagar com Pix?

O pagamento de produtos ou serviços utilizando Pix deve ser feito com um código QR estático ou dinâmico no aplicativo da instituição financeira na área Pix.


Para pagar por um produto usando um código QR, o usuário precisará fazer login no aplicativo de sua organização, selecionar "Pix" e, em seguida, selecionar a opção "Código QR". Feito isso, você será direcionado para a câmera para escanear o código fornecido pelo vendedor.


No caso de um código QR fixo, o usuário deve encontrar o valor da compra simplesmente digitalizando o código, ou se o campo valor estiver aberto, ele deve inserir o preço do produto.


No caso de um código QR dinâmico, o usuário encontrará o valor já definido pelo destinatário (lojista / vendedor / empresa) e eventuais juros, multas ou informações adicionais em função da compra.


Em ambos os casos, após concluir as etapas, o usuário será redirecionado para uma página onde são confirmadas as informações sobre a transação (por exemplo, o valor e quem irá recebê-la), e então deverá confirmar o pagamento.

Os usuários, pagador e destinatário sempre receberão uma notificação de pagamento ou recebimento assim que a transação for concluída - sempre dentro de dez segundos.


Também será possível pagar por meio de pagamento (NFC), mas até o momento a casa de apostas não divulga como funciona o recurso.


Quanto custa a transferência Pix?

Em geral, as transferências entre indivíduos são gratuitas, mas há duas exceções: a comissão pode ser aplicada quando o dinheiro recebido pelo indivíduo é um produto à venda (por exemplo, quando essa pessoa atua como único proprietário); E quando o cliente deseja fazer uma transferência por telefone ou por conta pessoal, ainda que o Pix geralmente trabalhe por meio de canais eletrônicos.


Na prática, isso significa que os indivíduos não precisarão mais pagar taxas TED ou DOC e não terão mais que pagar taxas ao fazer pagamentos a fornecedores.


Pode ser cobrada uma taxa fixa de pessoas jurídicas (empresas / proprietários de lojas) no momento do recebimento ou realização dos pagamentos, bem como nas transferências entre empresas.


De acordo com o BC, as instituições financeiras decidirão quanto cobrarão das empresas, como já ocorre hoje, e as instituições comerciais poderão escolher as taxas que consideram mais justas para operar.

Mas a autoridade monetária já disse que essas taxas envolvendo pessoas jurídicas devem ser bem menores do que as cobradas fora da Pix. Algumas instituições chegaram a dizer que isentarão seus clientes corporativos de taxas.


Pix é seguro?

BC garantiu que Pix tem o mesmo nível de segurança que outras transações semelhantes no mercado, como TED e DOC. Os bancos e instituições financeiras também serão responsáveis ​​pela segurança do sistema e aplicarão camadas adicionais em suas áreas para evitar falha do sistema, fraude e perda financeira para os clientes.


Ressalta-se que todas as transações realizadas no sistema Pix estarão protegidas pela Lei Complementar nº 105/2001 sobre Sigilo Bancário e sujeitas à Lei Geral de Proteção de Dados (nº 13.709 / 2018). Na prática, isso significa que o BC e as instituições financeiras participantes não podem vender dados do usuário a terceiros ou trocar informações sem o consentimento do cliente.


Como faço para mudar minha chave Pix para uma conta diferente?

Você precisará seguir o procedimento para remover a chave. O usuário deve acessar o aplicativo Enterprise A ou, por exemplo, Internet banking e excluir sua chave Pix. Em seguida, basta fazer login no aplicativo Enterprise B ou banco on-line e registrar uma chave Pix com essa conta.


O que acontece se meu celular for registrado como uma mudança de chave Pix?

Existem duas possibilidades. A primeira é retirar a chave: a pessoa deve acessar o aplicativo ou banco online, deletar o número do celular antigo e cadastrar um novo. Se o novo número não for usado por ninguém, a chave será ativada imediatamente.


A segunda possibilidade é a portabilidade chave. Isso se deve ao fato de que, se o novo número for usado por outra pessoa, ela precisará confirmar que a chave foi transferida para você. Assim, a chave entrará em vigor após sete dias.


Na prática, uma mensagem no aplicativo do banco pedirá a confirmação do dono anterior do número com uma mensagem que deve ser parecida com esta: "Confirme, estou cedendo esta chave Pix."


Essa verificação dupla evita o roubo de chaves. Pense diferente: se você recebeu uma mensagem solicitando a confirmação de que seu celular estava registrado em uma conta diferente, mas você não alterou o número, provavelmente é um golpe. Se não houver confirmação, o invasor pode roubar sua chave e obter as transações em seu nome. Mas com a autenticação dupla, basta recusar a confirmação e não haverá perdas.


Qual é o papel do BC no novo sistema?

O BC foi o responsável pela criação do Pix e está liderando o processo de implantação com as instituições financeiras participantes, além de ser responsável pela definição das regras de funcionamento e validação do sistema.


O BC pode roubar meus dados?

Quanto à preocupação de algumas pessoas de que o BC criou o Pix para acessar os dados pessoais dos cidadãos, a autoridade monetária teve o cuidado de não utilizar as informações para fins comerciais ou para qualquer outra função que não o monitoramento do sistema.


Pix e Caixa


Para quem está esperando a ajuda do caixa há muito tempo, saiba que com o pix pode demorar alguns segundos.


TAG relacionadas a PIX

  • Pix regras
  • Pix como fazer
  • Pix Santander
  • Pix limite
  • Baixar Pix
  • Pix Itaú
  • Pix mudanças
  • Pix vazamento


Basta registar a sua chave Pix na app Caixa, colocar o pixel na sua conta bancária ou carteira digital onde já possui uma chave Pix e enviar o seu dinheiro muito rapidamente.


Por fim, se você tiver alguma dúvida, terei todo o gosto em responder nos comentários. Então deixe suas dúvidas!

Confira o vídeo tutorial que é um guia completo sobre PIX feito pelo canal Focus Concursos

Atualidades para Concursos.

Tudo o que você precisa saber sobre o Pix












Crédito nas imagens

Gostou do Pix: Tudo que você precisa saber (A maneira mais fácil de receber e transferir dinheiro) Compartilhe com seus amigos.

Deixe seu comentario

/ / /