Site de ideias criativas

O que é necessário para se tornar um bom gerente?


Confira esse O que é necessário para se tornar um bom gerente? para fazer em casa

 O que é necessário para se tornar um bom gerente?



Ser um bom gerente é o desejo de muitos profissionais! Quer trabalhem para agências, corporações, empresas governamentais, start-ups ou ONGs, são responsáveis ​​por garantir que todas as ações do setor sejam implementadas, são responsabilizados, cuidam dos processos, muitas vezes enfrentam problemas e necessidades tomar decisões. O tempo todo.



Mas não existe receita para o sucesso. O equilíbrio entre os interesses da empresa e a gestão de pessoas deve determinar todas as decisões e resultados desse profissional.


Devido ao isolamento social causado pela pandemia, muitas empresas mudaram-se para um ambiente de home office, e a dificuldade de exercer a liderança nessas situações tornou-se ainda mais difícil, resultando na adaptação de processos, ferramentas e até estratégias.


No entanto, especialistas acreditam que esse modelo de negócio se tornará mais frequente mesmo após o fim da pandemia. E os gerentes precisarão implementar métodos para manter a comunicação entre as equipes, mesmo à distância.


Para ajudar esses profissionais, colocamos algumas dicas práticas de lado, dê uma olhada!


1 - Invista em você

Você conhece a famosa frase dita no vôo do avião: “Se a pressão for removida, as máscaras de oxigênio caem automaticamente. Coloque a máscara primeiro, depois ajude todos que precisam. ” Esta posição funciona bem quando se trata de dirigir.


Afinal, um gerente que não tem saúde mental e sem conhecimento do trabalho que fez não ajudará sua equipe, muito pelo contrário. Portanto, invista continuamente em capacitação.


Faça cursos, workshops e leia livros para aprender habilidades técnicas e desenvolver inteligência emocional. Esta posição irá aprimorar seu conhecimento sobre as atividades desenvolvidas, e despertar a confiança e a admiração de todos os integrantes da equipe.


2. Implementação de ações motivadoras.

Motivação da Equipe

“Um líder espiritual é mais do que uma pessoa que continua a meditar e orar - ele é alguém que pode olhar para o outro como outro e aumentar o trabalho, não apenas derrubar as pessoas.” - Mario Sergio Cortella.


A narração do filósofo e professor Cortella mostra claramente o papel de um bom diretor.


Afinal, os líderes trabalham com pessoas diferentes, que têm caminhos pessoais e profissionais diferentes, por isso pensam e agem de forma diferente. Sem esquecer os objetivos e expectativas que cada um traz. Assim, para que a equipe se mantenha coesa e motivada, o gestor precisa ser flexível e ter muita empatia.


Em sua rotina de trabalho, você definitivamente deve contar com colaboradores que desenvolvem suas próprias atividades e buscam reconhecimento profissional, ou outros que fazem seu trabalho por uma boa remuneração, ou mesmo aqueles que são mais criativos, que estão dispostos a aprender e a correr riscos .


Portanto, diferentes estratégias devem ser aplicadas para motivá-los. Descubra o que faz sentido para cada profissional e tente incentivá-los a fazer o que procuram na sua empresa e de acordo com as suas competências. Assim, seu melhor potencial é aproveitado e devolvido de forma equilibrada


3- Ter conversas informais com os funcionários

Além das atividades do projeto e reuniões de acompanhamento, tente discutir questões menos formais com os funcionários mais rapidamente.


Lembre-se de que os relacionamentos pessoais são muito importantes em um ambiente de trabalho. Procure manter um relacionamento tranquilo e próximo para que as pessoas possam confiar em você e que sua presença não seja sinônimo de estresse.


Conecte-se com profissionais sempre que possível e tente se conectar com cada um deles falando sobre suas experiências diárias.


4- Conheça a empresa

Para gerir com eficácia uma equipa e desenvolver actividades, o gestor necessita de conhecer a empresa em que trabalha.


Procure conhecer todos os departamentos da empresa, conhecer os processos em desenvolvimento, conhecer sua história e perspectivas futuras, estudar receitas e despesas de um determinado período de tempo, ou seja, ter uma visão geral de tudo o que pode ser direto ou indiretamente relacionados às ações.


Com essas informações, o gestor terá mais elementos de análise para tomar decisões, tanto para novos rumos quanto em tempos de crise. Evite suposições e resultados negativos.


5- Divulgando a cultura de resultados

Como ser um bom gerente

Para desenvolver um bom desempenho, o gestor e sua equipe precisam acompanhar e participar dos resultados das pesquisas para a empresa. Afinal, eles são muito importantes para a tomada de decisões, a melhoria de processos e, por consequência, o crescimento da empresa.


Incentive os funcionários a participarem do alcance dessas metas. Quanto mais participam, mais esforço farão para alcançá-los. Isso pode ser feito por meio de campanhas motivacionais, ferramentas motivacionais ou depoimentos individuais ou em grupo.


Explique o papel que cada membro da equipe desempenha para alcançar os melhores resultados. Fornece recursos que podem ser usados, fornece treinamento conforme necessário e fornece oportunidades para criar novas soluções. Explique a importância desta participação na avaliação do seu trabalho.


Dessa forma, você evita atrasos no faturamento e na entrega, o que melhora a eficiência e a produtividade.


6- Seja organizado

Os gerentes geralmente têm muitos compromissos e responsabilidades, e é preciso muita organização para manter as coisas funcionando da melhor maneira possível e sem eventos inesperados.


Crie um gráfico com as principais atividades, use um calendário online para agendar compromissos e crie planilhas para acompanhar as tarefas de cada membro de sua equipe.


Experimente investir em softwares de gerenciamento como Trello, Asana ou Monday. Essas são ótimas ferramentas para ajudá-lo a monitorar os pedidos e remessas dos funcionários, rastreando e acompanhando o trabalho de todos em tempo real.


Para controlar as finanças de uma empresa ou setor, pode-se utilizar ferramentas como: Mobills, Project, Organizze e outras.


7- Definição de prioridades

Conforme mencionado anteriormente, um gerente geralmente desenvolve várias atividades ao mesmo tempo, portanto, para gerenciar o tempo que você gasta em cada tarefa, você precisa gerenciar o tempo e priorizar.


Diante desse cenário, relacione as responsabilidades que precisam ser desenvolvidas no curto, médio e longo prazo e descreva o estado de cada ação naquele determinado momento. Tente atualizar esta lista diariamente.


Porém, quando as prioridades não são definidas com clareza, o gestor costuma ter uma agenda baseada em uma ação urgente, o famoso “combate a incêndios”, condição que impede que melhorias sejam implementadas e, portanto, efetivas.


Além disso, quando existe esse gerenciamento de tarefas, o profissional tem tempo para desenvolver questões mais estratégicas, ao invés de apenas permanecer nas atividades operacionais ou até mesmo se sobrecarregar com o trabalho.


8- Seja honesto

A confiança dos membros da equipe em seu líder é um fator crítico para que todos tenham um bom desempenho. Portanto, não esconda más notícias ou evite fatos.


Sempre diga e respeite a verdade aos funcionários, mesmo que não seja exatamente o que eles querem ouvir.


Essa situação criará um cenário para cultura aberta e segurança. Onde as pessoas podem estabelecer livremente conexões honestas e sinceras.


9- Confie na sua equipe

Quer você trabalhe em casa ou pessoalmente, delegar tarefas desempenha um papel essencial em uma empresa. Portanto, incentive os funcionários a desenvolver um trabalho independente sem ser excessivamente controlador.


Para isso, crie um ambiente seguro, confie e incentive sua equipe! Isso vai aumentar a produtividade, melhorar o desempenho, motivá-los e obter melhores resultados.


10- Definição de limites

Equilibrar a vida pessoal e profissional nem sempre é uma tarefa fácil para os gestores. Mas é obrigatório!


Se você inadvertidamente exagerar em uma dessas áreas, a outra será prejudicada e pode ter consequências negativas para a saúde mental e, muitas vezes, para a saúde física.


Assim, procure cuidar da sua saúde, invista no descanso ativo e na recuperação!


Dessa forma, sua capacidade de gerenciar suas emoções e comportamento será mais assertiva, o que é fundamental para um bom gerente.


Tem alguma dica para ser um bom gerente? Deixe nos comentários. Ficaremos felizes em atualizar este artigo com novas idéias e dicas. 





Gostou do O que é necessário para se tornar um bom gerente? Compartilhe com seus amigos.

Deixe seu comentario

/ / /